- Publicidade-
InicioMundoÁsiaMilhares de habitantes da Birmânia refugiam-se na Tailândia e India

Milhares de habitantes da Birmânia refugiam-se na Tailândia e India

Milhares de habitantes da capital birmanesa, Rangun, estão a fugir desde ontem à repressão da junta militar que tomou o poder na birmânia, a 1 de fevereiro último. Os golpistas militares têm intensificado a sua repressão contra a população civil que foge para países vizinhos como a Tailândia e a India.

Pelo menos 230 civis foram mortos desde o golpe de Estado militar de 1 de fevereiro na Birmânia que derrubou Aung San Suu Kyi. Acrescenta-se a este balanço centenas de pessoas presas ou desaparecidas.

Em Rangun, a capital, dois milhões dos seus 5 milhões de habitantes estão submetidos à lei marcial e certos bairros caíram no caos com manifestantes lançando projécteis e cocktails Molotov contra a polícia que replica disparando com balas reais.

Milhares de birmaneses abandonam o país para Tailândia e India

Assim, milhares de refugiados abandonaram o país para a viizinha Tailândia, onde as autoridades se preparam para receber entre 20 mil a 50.000 birmaneses. Cerca de 90.000 refugiados birmaneses já vivem há muito rtempo ao longo da fronteira que separa os dois países.

Há também muitos birmaneses que se refugiaram na India vizinha fugindo à repressão das forças policiais e militares na Birmânia, onde o cenário é catástofico, com assassínios, torturas, detruições de casas e roubos, segundo a Associação de assistência aos prisioneiros políticos.

Enfim, uma jornalista birmanesa do serviço local da BBC é dada como desaparecida após ter sido levado por homens não identificados, anunciou a Rádio britânca, que apelou as autoridades birmanesas localizá-la e confirmar se ela está bem.

Por sua vez, a Rádio local Mizzima, anunciou que um dos seus repórteres, Than Htike Aung, foi preso.

Mais de 30 jornalistas foram presos desde o golpe militar na Birmânia.

- Publicidade -
FonteRFI
- Publicidade -
- Publicidade -

Notícias relacionadas

- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.