- Publicidade-
InicioCulturaMúsicaMorreu James Levine, o maestro cuja carreira brilhante acabou num escândalo sexual

Morreu James Levine, o maestro cuja carreira brilhante acabou num escândalo sexual

Durante décadas titular da orquestra da Ópera de Nova Iorque, dirigiu também formações em Boston e Munique. Morreu a 9 de Março, na Califórnia, aos 77 anos. A sua queda em desgraça iniciou-se no final de 2017, após várias acusações de abusos sexuais.

Não se conhece a causa da sua morte, nem a razão que levou o seu médico, Len Horovitz, a torná-la pública apenas esta quarta-feira, passados já oito dias. James Levine, 77 anos, maestro da Metropolitan Opera de Nova Iorque durante mais de quatro décadas, morreu a 9 de Março em Palm Springs, na Califórnia.

- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -

Notícias relacionadas

- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.