- Publicidade-
InicioMundo LusófonoMoçambiqueMoçambique é o PALOP com mais mortes de COVID-19 mas Angola tem...

Moçambique é o PALOP com mais mortes de COVID-19 mas Angola tem maior percentagem de mortalidade

A COVID 19 já matou quase 2 milhões e 650 mil pessoas em redor do mundo num total de pouco mais de 119 milhões e 595 mil casos em redr do mundo, disse hoje o o Centro de Recursos do Coronavírus da Universidade de Johns Hopkins.

Essas estatísticas indicam que o nível de mortalidade é portanto de 2,2% dos casos à escala mundial.

O centro, que acompanha o desenrolar da pandemia em redor do mundo desde o seu início, indica que o país com o maior número de casos é os Estados Unidos co 29.400.958 casos confirmados e 534.315 mortes ou seja um nível de mortalidade de 1,8%.

A posição dos PALOPs

Moçambique é o país Africano de Língua Oficial Portuguesa (PALOP) com mais mortes com um total de 722 mortes em 64.296 casos, uma percentagem de mortalidade de 1,1%.

Angola regista 520 morte em 21.3223 casos com um nível de mortalidade de 2,4%, São Tomé e Príncipe de 32 mortes em 2078 casos (1,5% de mortalidade), Cabo Verde tem 16.036 casos e 156 mortes (0,97% de mortalidade) e Guiné Bissau regista 3.436 com 52 mortes (1,5% de mortalidade).

Entretanto a ilha do Corvo, a mais pequena do arquipélago português dos Açores poderá no final do mês tornar-se no primeiro território a alcançar imunidade colectiva.

As autoridades anunciaram 322 dos 400 residentes já receberam uma dose da vacina da COVID-19 e imunidade colectiva será alcançada no final do mês.

Imunidade colectiva alcança-se quando entre 50% a 70% da população é imune a uma infecção.

- Publicidade -
FonteVoA
- Publicidade -
- Publicidade -

Notícias relacionadas

- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.