- Publicidade-
InicioCulturaFotografia“Ubuntu”, um olhar sobre a humanização do mundo de José Pereira

“Ubuntu”, um olhar sobre a humanização do mundo de José Pereira

Até ao final do mês pode ser vista, em formato online, a exposição “Ubuntu” do fotógrafo cabo-verdiano José Pereira. Um olhar sobre a humanização do mundo realizado no âmbito da Presidência Portuguesa do Conselho da União Europeia.

São 15 imagens que visam expressar uma forma de convivência pacífica, aceitação das diferenças e solidariedade. As fotografias representam o continente africano, mas são na sua totalidade recolhidas nas ilhas de São Vicente e de Santiago, em Cabo Verde.

Em declarações à RFI, José Pereira explica a sua escolha: “fui convidado pelo do Comité Económico e Social Europeu no âmbito da Presidência Portuguesa [do Conselho da União Europeia]. (…) Sobre a temática, sugeriram-me que fosse qualquer coisa sobre África em África. De acordo com o contexto mundial em que vivemos, pensei na filosofia Ubuntu, precisamente, por preconizar um mundo mais harmonioso entre a relação entre os povos, consideremos sempre que somos partes individuais de um todo. Ou seja, a minha existência tem de ter em consideração a sua existência. Penso que no sentido comunitário a fraternidade, o respeito pelas culturas diferentes e a promoção de uma cidadania universal devem estar imbuídos deste espírito Ubuntu para construirmos e vivermos um mundo melhor”.

A exposição de José Pereira surge em paralelo com a exposição “África em Lisboa” da portuguesa Ana Carvalho, que retrata a presença e o impacto da cultura africana em Lisboa.

A mostra pode ser vista na página de internet do Comité Económico e Social Europeu até ao fim do mês e surge no âmbito da Cimeira UE-África 2021 e da Presidência Portuguesa do Conselho da Europa.

- Publicidade -
FonteRFI
- Publicidade -
- Publicidade -

Notícias relacionadas

- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.