- Publicidade-
InicioEconomiaInflação subiu mais de 2,00 por cento

Inflação subiu mais de 2,00 por cento

O Índice de Preços no Consumidor Nacional (IPCN) mensal acelerou ligeiramente, para 2,07 por cento, em Fevereiro, ou mais 0,57 pontos percentuais que em Janeiro, numa evolução que situa a inflação homóloga (a 12 meses) em 24,85 por cento, a maior dos últimos quatro anos.

Estes números estão insertos no relatório do IPCN, que mede a evolução da inflação em todo o país, divulgado sexta-feira pelo Instituto Nacional de Estatística (INE) com base nos dados do mês de Fevereiro.

O INE atribui a aceleração da inflação à evolução verificada na classe “Alimentação e Bebidas não Alcoólicas”, onde se registaram aumentos de 2,49 por cento, mas, também, aos “Bens e Serviços Diversos”, com 2,20 por cento, “Saúde”, com 1,99, e “Mobiliário, Equipamento Doméstico e Manutenção”, com 1,83.

De acordo com o documento, os maiores aumentos de preços registaram-se na Lunda-Sul, com 2,37 por cento, Luanda (2,35), Cuanza-Norte (1,85) e Cuando Cubando (1,83), enquanto o Cunene (1,54), Moxico (1,50), Huambo (1,49) e Cabinda (1,46) tiveram os menores aumentos.

Situada em 24,85 por cento, a inflação homóloga é 6,11 pontos percentuais mais alta que a do mesmo mês do ano passado, caindo em 0,43 pontos percentuais em relação à observada em Janeiro deste ano.

Os números publicados pelo INE indicam que, nos últimos quatro anos, a taxa de inflação homóloga de um mês de Fevereiro mais próxima da anunciada na sexta-feira, registou-se em 2018, quando começaram a vigorar as reformas que flexibilizaram a taxa de câmbio, situando, naquela altura, em 21,47 por cento.

- Publicidade -
FonteJA
- Publicidade -
- Publicidade -

Notícias relacionadas

- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.