- Publicidade-
InicioCulturaMúsica"Justino Handanga": O homem dividido entre a farda azul e os palcos...

“Justino Handanga”: O homem dividido entre a farda azul e os palcos da música

Justino Handanga é um nome que dispensa apresentações no panorama musical nacional. Com um vasto repertório e vários sucessos na arena musical, Justino Handanga afirma que sempre teve uma caminhada dividida entre os palcos da música e a sua obediência às regras castrenses como agente da Polícia, corporação, que milita há sensivelmente 29 anos, ostentando o posto de Subinspector.

O músico de estilo popular iniciou a carreira musical na década de 80, após ter perdido os seus progenitores, aos cinco anos. O músico, que na Polícia responde pela Secção Técnica do Departamento de Educação Patriótica, no Comando Provincial do Huambo, começou com as primeiras aparições, ainda na infância, participando no concurso denominado “Pio-Pio”, realizado aos domingos, pela Organização do Pioneiro Angolano (OPA), no município do Bailundo, onde imitava músicos nacionais e internacionais.

Justino Handanga é um nome que dispensa apresentações no panorama musical nacional. Com um vasto repertório e vários sucessos na arena musical.
(DR)

Aos 17 anos, ingressou nas ex-FAPLA, e fez parte de um grupo musical da corporação, denominado “Pela Paz”. “Eu tive um passado muito triste, perdi os meus pais muito cedo e desde aquele período, nos anos 80, comecei a participar de concursos de música, organizados pela OPA”, lembrou o artista, exibindo no olhar uma nostalgia do tempo de infância.

Justino Handanga, um dos pesos-pesados do cancioneiro nacional, revela que guarda em sua memória o concurso que o catapultou para os grandes palcos da música angolana, em 1996, saindo-se em 2º lugar, numa organização da JMPLA, em Luanda. “Daí para cá nunca mais parei”, frisou.

Aquela figura da música angolana participou, em 2005, da 15ª edição do Top dos Mais Queridos da Rádio Nacional de Angola, ficando em 3° lugar, com a conhecida música “Paulina” e, em 2006, ficou em 5° lugar, partilhando o mesmo palco com o saudoso músico Bangão.

O músico, que na Polícia responde pela Secção Técnica do Departamento de Educação Patriótica, no Comando Provincial do Huambo, começou com as primeiras aparições, ainda na infância, participando no concurso denominado “Pio-Pio”.
(DR)

O autor dos sucessos como “Ndumbalundo”, “Olonamba”, “Tenho saudades”, “Paulina”, “Carlito” e “Abílio”, ingressou nas fileiras da Polícia Nacional de Angola no dia 10 de Outubro de 1992, após cumprir o serviço obrigatório nas Forças Armadas Populares de Libertação de Angola (FAPLA).

O Subinspector garante que sempre conseguiu conciliar a missão de polícia e a carreira de músico, emprestando a sua voz em vários concertos musicais, em noites de bailes, na província do Huambo e na capital do país.

Justino Handanga nasceu a 1 de Janeiro de 1969, na província do Huambo, município do Bailundo, comuna de Luvemba, Aldeia de Ndoluka. Possui dois discos no mercado musical, sendo o primeiro “Ondjonguele Ya Telisiwã (Alvo Atingido)”, lançado em 2004 e o segundo “ Homenagem ao empresário, Valentim Amões, lançado em 2011.

- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -

Notícias relacionadas

- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.