- Publicidade-
Smooth Jazz Rádio Calema
Inicio Angola Sociedade Estudantes da Universidade Kimpa Vita, no Uíge, protestam contra decreto presidencial

Estudantes da Universidade Kimpa Vita, no Uíge, protestam contra decreto presidencial

Estudantes da Universidade Kimpa Vita, na cidade do Uíge, província angolana do mesmo nome, protestam nesta terça-feira, 23, pelo segundo dia consecutivo contra o elevado índice de reprovações, recursos, taxa de emolumentos e alegadas injustiças que dizem ser alvo.

O protesto começou ontem e, apesar da chuva que caía, os estudantes ergueram a sua voz contra o decreto presidencial que regula a taxa de emolumentos no ensino superior.

“Como é que numa turma de mais de 100 alunos, às vezes dois estudantes aprovam e todos outros vão ao recurso, como é possível? Há estudantes que repetem três vezes a mesma cadeira, há docentes que lecionam três cadeiras, será que é só ele que sabe? Ou é egocentrismo?”, questionou Nsimba André, um dos manifestantes.

Helson António, um dos organizadores, destaca a presença de estudantes das faculdades de Direito, Economia e Engenharias e aponta o dedo ao decreto.

“Recurso agora são cinco mil kwanzas, imaginem que há estudantes que vão ao recurso com quatro cadeiras, totalizando 20 mil kwanzas, onde é que vamos tirar esse dinheiro todo? Esse decreto está a ser aplicado num momento não apropriado”, criticou Helson António.

António, no entanto, destacou que a marcha decorreu sem sobressaltos, mas que a organização não obteve qualquer resposta da reitoria da universidade e por isso os protestos continuam até que o problema seja resolvido.

A VOA tentou ouvir a versão da reitoria da universidade Kimpa Vita, mas sem sucesso.

- Publicidade -
FonteVoA
- Publicidade -
- Publicidade -

Notícias relacionadas

- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.