- Publicidade-
Smooth Jazz Rádio Calema
Inicio Angola Política Oficiais militares na reforma suspendem manifestação em Luanda

Oficiais militares na reforma suspendem manifestação em Luanda

Governo angolano terá concordado em pagar subsídios e outras dívidas em atraso de “forma faseada”

Os oficiais angolanos na reforma suspenderam uma manifestação programada para amanhã, sábado, 20, para exigir o pagamento de quantias que, segundo dizem, lhes são devidas desde 2009.

A decisão de suspender a manifestação segue-se a uma reunião na quinta-feira, 18, com o ministro da Defesa em que este terá prometido pagar metade da dívida “de forma faseada e repôr subsídios de empregadas domésticas”.

Na quarta-feira, 17, como a VOA anunciou, generais e outros oficiais na reforma da Caixa Social das Forças Armadas Angolanas (FAA) disseram estar agastados com tantas promessas não cumpridas e decidiram sair à rua para exigir o pagamento da dívida desde 2009 de mais de 300 milhões de kwanzas.

“Há colegas nossos que para comer têm de ir aos contentores de lixo, é demais, uma dívida contraída pelo Estado angolano, nosso dinheiro”, afirma o general na reforma José Alberto Limukueno e presidente da Associação dos Oficiais Generais, Superiores e Subalternos, quem diz “ter esgotado a paciência”.

Num documento divulgado a 9 de Fevereiro, convocando o protesto, os ex-militares afirmavam ter sido arrastados para “a desgraça” e estarem a viver numa “pobreza extrema”.

- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -

Notícias relacionadas

- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.