- Publicidade-
Smooth Jazz Rádio Calema
Inicio Cultura Destaques Cultura União 10 de Dezembro vence edição especial

União 10 de Dezembro vence edição especial

Ontem “Quarta-feira das Mabangas”. No dia em que são “apagadas” as cinzas do Carnaval, para a maioria dos responsáveis dos grupos é um dia de angústia, ansiedade e superstições, para se saber quem é o vencedor. Assim não aconteceu, porque a organização decidiu anunciar ontem mesmo, os vencedores das classes A e B.

O grupo carnavalesco União 10 de Dezembro, com 166 pontos foi o vencedor da classe A, do desfile central do Carnaval de Luanda, que devido à Covid-19, decorreu no formato “live”, a partir das 15h30, no Centro de Produção da Televisão Pública de Angola (TPA).

O segundo lugar foi ocupado pelo grupo União Jovens da Cacimba, que totalizou 165 pontos, seguido do União Sagrada Esperança, com 164 pontos, União Kiela, com 161 pontos, e União Etu Mudietu, com 153 pontos.

O destaque do desfile foi o regresso das canções interpretadas e da percussão tocadas ao vivo, componentes característicos dos grupos, que durante muitos anos estiveram ausentes dos desfiles do Carnaval luandense.

Apesar de uma ou outra dificuldade, causada por razões financeiras ou organizacionais, os 11 grupos da classe A deram o melhor para prestigiarem a “Festa do Povo”. A festa começou com a percussão do Bloco Sol, que homenageou o falecido comandante Pedro Vidal, do União 10 de Dezembro. O Ministério da Cultura, Turismo e Ambiente preparou uma homenagem ao “comandante dos comandantes” Pedro Vidal. O União 10 de Dezembro, como grupo homenageado desta edição recebeu um valor simbólico de 500 mil kwanzas da organização, numa homenagem a título póstumo a Pedro Vidal.

O ministro da Cultura, Turismo e Ambiente, Jomo Fortunato, fez a entrega de um diploma de mérito e uma menção honrosa aos filhos do malogrado. Na ocasião, o ministro disse que este ano o Entrudo tem um carácter especial, o que se traduz apenas num gesto simbólico, como forma de não se deixar passar em branco a “Festa do Povo”.

Depois deu-se a tão esperada e inédito desfile live dos grupos carnavalescos. O primeiro a desfilar foi o União Povo da Quissama, que abriu o acto central, depois de ter conseguido ascender ao escalão A no ano passado. Fundado a 5 de Janeiro de 2015, este ano trouxeram como proposta de canção o tema “Azar do meu Vizinho”, de autoria de Jorge Mukunda.

O grupo tem como co-mandante Dionísio Cassongue, o rei Osvaldo Miguel, a rainha Engrácia Gouveia e apresentaram uma coreografia à base da dança e música semba.

Com alterações impostas devido à situação da pandemia, o desfile contou ainda com as exibições dos grupos União 10 de Dezembro, fundado em 1978, que tem como comandante Bernardo Vidal, o rei, Rosário Pascoal, a rainha Ana Felipe e dançaram o semba. A canção “Tributo ao Comandante Vidal”, de autoria de Acácio Bambe e interpretada pelo cantor Tony do Fumo Filho, faz uma homenagem ao histórico comandante.

Na classe B, cujo desfile realizou-se no domingo, no Centro de Produção da Televisão Pública de Angola (TPA), o vencedor foi o União Domant com 178 pontos, seguindo-se o União Operário Kabocomeu, com 177 pontos, o União Kwanza, com 173 pontos, o União Kazucuta do Sambizanga, com 146 pontos e o União Café de Angola, com 144 pontos.

Resiliência
Desistir não faz parte do grupo Sagrada Esperança do Município do Rangel. Fundado a 20 de Março de 2005. O grupo tem mostrado espírito de resiliência e determinação mesmo com dificuldades de vária ordem. Por isso, escolheram o tema da canção “Fomos e voltamos” da autoria e interpretação de Manuel Rodrigues. Tem como co-mandante, Vicente de Abril, o rei, Mário Aguiar, a rainha, Luísa Paulo, e levaram em palco a dança semba.

O Amazonas do Prenda, que também ascendeu à classe A, apresentou o tema da canção “Chegou o nosso Carnaval”, da autoria e interpretação de Zeca Bangão. Fundado a 27 de Fevereiro de 1987, tem como comandante, Joelson Miguel, o rei, Santinho Tomás, a rainha, Maria Manuela, e dança semba. Por sua vez, o Grupo Giza, fundado a 3 de Janeiro de 2003, tem como comandante, Tomás Lisboa, o rei, é Adilson Morais, a rainha, Madalena Viegas. A dança semba “casou” com o título da canção “Dibata dya ndundo” da autoria de Armando Sebastião e interpretada por Lutuima Sebastião.

Combate à Covid-19
Esse ano o grupo carnavalesco Kiela, fundado a 1 de Janeiro de 1947, apresentou como proposta no tema “Dibata Bandeira Anti-Covid”, de Zezinho Noé, numa excelente interpretação de Patrícia Faria, uma reflexão profunda sobre a problemática da pandemia da Covid-19, que tem vitimado milhares de pessoas por todo o mundo. A comandante é a Maravilha dos Santos, o rei, Manuel de Lemos, a rainha, Eva Lopes e dança o semba, um ritmo e cadência bastante contagiante.

Os Jovens da Cacimba deram seguimento à “Festa do Povo”, quando apresentaram o tema “O nosso Carnaval”, no estilo semba, numa homenagem à maior manifestação cultural do país. Fundado a 2 de Fevereiro de 1988, tem como comandante, Carlos Andrade, o rei, Wilton Andrade, a rainha, Flora Andrade, e canção de José Andrade que foi interpretada por Domingos Joaquim.

O União Etu mu Dietu preferiu este ano, fazer uma homenagem ao próprio grupo, por terem completado dez anos desde a sua criação a 1 de Fe-vereiro de 2011, com o tema “10 anos de existência”, cujo comandante é Arnaldo Catadi, o rei, Osvaldo Pinto, a rainha, Maravilha Félix. A dança característica é o semba. O tema e a interpretação é da autoria de Armando Félix Catadi.

Com o estilo de música e dança dizanda, o Twabixila, fundado a 1 de Janeiro de 2008, tem como comandante, Benzito João, o rei, Zito Terra, a rainha, Odete Joaquim e apresentou o tema “Uhaxi wa ta-kana”, da autoria de Milda Abel e interpretada por Disbunda de Ambaca. Encerrou o desfile o tradicional grupo Njinga Mbandi, no estilo cabecinha. Fundado a 22 de Janeiro de 1979, tem como comandante, António Domingos “Tony Mu-lato”, o rei Adão Domingos, a rainha Maria Sal. A proposta musical e interpretação é do cantor Baló Januário.

Tuabixila e Njinga Mbandi
Dos 11 grupos deste ano na classe A, dos adultos, apenas os grupos Povo da Quissama (katutula), Tuabixila (dizamba) e Njinga Mbandi (cabecinha), não dançaram o semba.O desfile central do Carnaval de Luanda encerrou com a actuação de Carlos Lamartine, que interpretou um tema de criação do União Kazucuta do Sambizanga, intitulado “Kudia kua Favoló”, que significa “Comer de Graça”, uma crítica social segundo Carlos Lamartine.

Por questões de segurança e decisão dos mesmos, alguns dos grandes do Entrudo estiveram ausentes, como o mais titulado, com 14 troféus, o Mundo da Ilha, vencedor da edição passada, e Recreativo do Kilamba, terceiro classificado, da edição anterior.

Filho de peixe, peixinho é…
O União 10 de Dezembro, que tem novo comandante Albino Vidal, filho do malogrado Pedro Vidal, mostrou estar preparado para dar sequência por mais anos, o legado do seu pai, em prol do desenvolvimento da “Festa do Povo”, ao longo de quatro décadas. Uma responsabilidade espinhosa a contar pelas grandes conquistas de Pedro Vidal, o comandante mais titulado do Entrudo de Luanda.O presidente do grupo, Francisco Pimentel “Cota Chico”, garantiu, ontem, ao Jornal de Angola, que apesar da pandemia, a ideia foi mesmo prestar uma homenagem ao “eterno comandante” Pedro Vidal, que dançou durante 40 anos, conquistou 14 títulos de melhor comandante.

Albino Vidal, um dos filhos de Pedro Vidal garantiu que o grupo está fortalecido e deixou um recado nos seguintes termos: “para aqueles que pensaram que o 10 de Dezembro morreu estão enganados, estamos mais vivos do que nunca e vamos dar continuidade ao legado do nosso pai.

“Na sequência da ordem do desfile, o União 54, fundado a 5 de Junho de 1954, tem como comandante Hamilton Manuel, o rei Joaquim Manuel e a rainha Ana Domingos, também exibiram a dança semba. Esse ano as questões ambientais, estiveram entre as preocupações do grupo apresentando no tema “Preservar o ambiente” de autoria e interpretação de Acácio Bambe, que por sinal o único músico que compôs dois temas para dois grupos diferentes.

- Publicidade -
FonteJA
- Publicidade -
- Publicidade -

Notícias relacionadas

- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.