- Publicidade-
Smooth Jazz Rádio Calema
Inicio Política MPLA MPLA cadastra seis mil militantes

MPLA cadastra seis mil militantes

Seis mil novos militantes foram cadastrados e obtiveram o cartão de membro do MPLA na província de Luanda, durante o mês de Janeiro, na sequência da campanha de cadastramento de novos filiados em curso nos nove municípios e distritos urbanos.

Os dados foram apresentados pelo segundo secretário provincial do MPLA em Luan-da, Nelson Funete, depois de visitas aos centros de emissão de cartões do partido nos municípios de Talatona, Cazenga, Viana e Belas.

Dos seis mil militantes cadastrados em Luanda, 109 são de Belas, 494 de Cacuaco, 945 do Cazenga, 158 de Icolo e Bengo, 422 do Kilamba Kiaxi, 770 de Luanda, 91 da Quiçama, 435 de Talatona e 2.457 de Viana.

Falando à imprensa, no final das visitas, Nelson Funete assegurou existirem grandes avanços no processo de registo de militantes. “Temos a certeza que, nos próximos dias, vamos dar avanços significativos em relação ao desafio de aumentar o número de militantes em Luanda. A orientação que nos foi dada é a de que até finais de Março teremos de atingir o cadastramento de mais dez mil militantes”, disse.

O segundo secretário do MPLA em Luanda manifestou, por outro lado, enorme satisfação com a garantia dada pela direcção do MPLA na disponibilização de meios técnicos para imprimir nova dinâmica ao processo.

“Com as orientações baixadas pela direcção do nosso partido e os meios disponibilizados, estamos em crer que os objectivos serão amplamente cumpridos”, assegurou.

O segundo secretário provincial justificou, ainda, o enorme optimismo na capacidade do partido em Luanda alcançar uma marca histórica no que ao número de cadastramento de militantes diz respeito, com o facto de “estar a ser visível o intenso trabalho ao nível dos CAP” de captação de novos filiados. “A intenção é, como disse o camarada Paulo Pombolo, imprimirmos maior velocidade ao processo de emissão de cartões e darmos um novo impulso ao ‘modus operandi’, para que possamos saber quantos somos e onde estamos”, rematou.

- Publicidade -
FonteJA
- Publicidade -
- Publicidade -

Notícias relacionadas

- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.