- Publicidade-
Smooth Jazz Rádio Calema
Inicio Cultura Destaques Cultura Estado avança com «Live Carnaval» de que alguns colossos não farão parte

Estado avança com «Live Carnaval» de que alguns colossos não farão parte

O 1.º e o 3.º classificados da edição de 2020 estão de fora do modelo «live» com que se vai dançar o Carnaval deste ano. Pandemia não retirou prémios nem carácter competitivo.

Após mais de 40 edições a «aquecer» a Marginal de Luanda, o desfile central do Carnaval da capital emigra para um palco/estúdio de TV por decisão do Ministério da Cultura, Turismo e Ambiente (MCTA), motivada pelas restrições decorrentes das medidas de prevenção à Covid-19.

Com a classe infantil de fora, os mais de 20 grupos de adultos exibem-se no domingo, 14, e na próxima terça-feira, 16, com os prémios a variarem entre os dois milhões e um milhão de kwanzas para classe A e 1,5 milhões e 750 mil kwanzas para a classe B.

A edição deste ano, contudo, não contará com as participações de grupos como o União Mundo da Ilha – conjunto mais titulado, com um total de 14 conquistas, a última no ano passado – e o União Recreativo Kilamba, que venceu as edições de 2018 e 2019 e conquistou o terceiro lugar na edição de 2020.

Ao revelarem as razões por que decidiram ficar de fora do Carnaval Live, em declarações ao Novo Jornal, os responsáveis dos dois grupos convergem praticamente nos argumentos.

- Publicidade -
FonteNJ
- Publicidade -
- Publicidade -

Notícias relacionadas

- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.