- Publicidade-
Smooth Jazz Rádio Calema
Inicio Angola Política Líder do Movimento do Protectorado da Lunda Tchokwe detido em Luanda

Líder do Movimento do Protectorado da Lunda Tchokwe detido em Luanda

O presidente do Movimento do Protetorado da Lunda Tchokwe, José Mateus Zecamutchima, foi detido nesta terça-feira, 9, quando deslocou-se ao Serviço de Investigação Criminal, em Luanda, para prestar declarações sobre os confrontos mortais do dia 30 de Janeiro em Cafunfo, na província da Lunda Norte.

O advogado de defesa do activista, Salvador Freire, confirmou à VOA a detenção do activista, na presença dele.

Zecamutchima é acusado dos crimes de rebelião e associação de malfeitores.

Ainda de acordo com o advogado, o activista pode ser levado para a Lunda Norte para interrogatórios.

A detenção de Zecamutchima segue-se aos confrontos do dia 30 de Janeiro na aldeia mineira de Cafunfo, entre as forças de segurança e cerca de 300 manifestantes convocados pelo Movimento que pretendiam marchar para pedir diálogo com o Governo sobre a situação na Lunda Norte, uma das mais ricas de Angola, mas com níveis elevadíssimos de miséria.

As autoridades dizem que os manifestantes queriam invadir a esquadra policial e por isso as forças de segurança reagiram, enquanto o Movimento, activistas e moradores desmentem a acusação de invasão e dizem que, logo após o anúncio da marcha, foram detidos mais de uma dezena de activistas e a aldeia foi praticamente “sitiada” pela polícia e pelo exército.

A polícia fala em seis mortes, mas a Amnistia Internacional confirma pelo menos 10 mortes e muitos desaparecidos e fontes independentes admitem pelo menos 27 vítimas mortais.

- Publicidade -
FonteVoA
- Publicidade -
- Publicidade -

Notícias relacionadas

- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.