- Publicidade-
Smooth Jazz Rádio Calema
Inicio Desporto Basquetebol Basquetebol: Interclube conquista Torneio Victorino Cunha

Basquetebol: Interclube conquista Torneio Victorino Cunha

A equipa sénior masculina de basquetebol do Interclube conquistou, esta sexta-feira, de forma inédita, a XII edição do torneio Victorino Cunha ao derrotar na final, disputada no pavilhão do Codenm, o Vila Clotilde por 86-74.

Raul Duarte e pupilos fazem história ao conquistar o primeiro troféu a nível dos seniores masculino. A turma da Polícia para vencer a partida contou com a grande exibição do extremo base Egídio Ventura, que terminou com 16 pontos, bem acompanhado pelo poste Alexandre Jungo.

O Interclube desde cedo assumiu as rédeas do jogo. Raul Duarte entrou com um cinco virado para o ataque e fruto da boa dinâmica defensiva e ofensiva, saiu a vencer no primeiro quarto por 24-21.

O Vila correu atrás do resultado, ajustou o seu jogo e passou a pressionar mais o seu adversário, e quando tudo indicava que o Interclube iria para o intervalo maior com uma larga vantagem, a turma do Maculusso conseguiu aproximar-se do resultado, saindo a perder por escasso um ponto 37-38, resultado que as equipas foram ao intervalo maior.

No reatamento, os pupilos de Ricardo Rodrigues vieram dos balneários com a missão de anular os pontos fortes do Interclube. Raul Duarte apercebeu-se que a sua rapaziada não cumpria com as orientações, pediu um desconto de tempo e conversou com os seus pupilos. Lançou para quadra o extremo Glofate Buiamba que acabou por fazer toda diferença nos lançamentos na zona dos três metros e 75.

Os polícias voltaram a vencer o terceiro quarto desta feita por 55-59. O timoneiro da formação do Vila Clotilde era um homem inconformado, mesmo sabendo do poderio do seu adversário, nunca atirou a toalha ao tapete e sempre puxou pelos seus jogadores.

Do outro lado, estava um Interclube que não queria deixar os seus créditos em mãos alheias e voltou a superiorizar -se no quarto período, vencendo por 86-74. Raul Duarte e sua rapaziada conquistaram o seu primeiro título. No final do jogo, o técnico valorizou o esforço dos seus atletas e felicitou a direcção do clube sem deixar de fazer o mesmo ao adversário que no seu entender soube valorizar a final.

Ricardo Rodrigues e pupilos acabaram por vender cara a derrota. A turma do Maculusso nunca virou cara à luta, dando um grande recital de basquetebol, apesar da partida ser pautada pelo equilíbrio do princípio ao fim com ora marcas tu ora marco eu.

Aliás, os resultados do primeiro, segundo e terceiro tempo falam por sim. O Interclube conseguiu fugir apenas no final do último quarto quando o cronómetro registava cinco minutos para o final do jogo. No final o secretário Geral do Vila Clotilde Fernando Sousa, valorizou a entrega dos seus jogadores e a grande campanha que a sua equipa tem demonstrado na presente época.

A grande surpresa desta décima segunda edição do torneio Victorino Cunha foi a má prestação que o detentor do troféu 1ºde Agosto teve bem como o Petro de Luanda que apesar de vencer o seu arqui-rival por 93-86 não conseguiu satisfazer os anseios da sua massa associativa.

Do outro lado estão os pupilos de Manuel Sousa “Necas” que ocuparam a última posição da prova, algo nunca visto desde que se começou a disputar-se o torneio Victorino Cunha.

- Publicidade -
FonteJA
- Publicidade -
- Publicidade -

Notícias relacionadas

- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.