- Publicidade-
Smooth Jazz Rádio Calema
Inicio Vida Saúde ASF: No combate à tuberculose "cada um tem feito a sua parte,...

ASF: No combate à tuberculose “cada um tem feito a sua parte, mas tem que se fazer muito mais”

No Angola Saúde em Foco desta semana, o convidado é o Dr. Esmeraldo Dembe, especialista em medicina Interna. O tema da conversa é Tuberculose, uma das doenças infecciosas que mais mata no mundo. Dados de 2019, da Organização Mundial de Saúde (OMS), indicam um registo de 112 mil casos em Angola, mas a tuberculose é tratável e pode ser prevenida.

Os dados de 2020, a nível nacional, ainda não estão disponíveis, mas com a pandemia da Covid-19 os indicadores não estão num sentido positivo. De qualquer modo, já se pode destacar um cenário de aumento de casos de infecção por tuberculose de 2014 a 2019. Para o dr. Dembe, esse aumento deve-se ao “seguimento ineficaz daquilo que são as normas recomendadas pela OMS”, para o combate à tuberculose, no que toca “à cobertura ampla de métodos de tratamento e diagnóstico”.

Esmeraldo Dembe diz que nesse sentido, “temos uma implementação muito fraca”, desses métodos recomendados pela OMS.

O especialista em medicina interna alertou também que os casos de tuberculose por droga-resistência estão a aumentar, devido à elevada taxa de abandono do tratamento.

- Publicidade -
FonteVoA
- Publicidade -
- Publicidade -

Notícias relacionadas

- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.