- Publicidade-
Smooth Jazz Rádio Calema
Inicio Angola Regiões Cabinda: Feiras de produtos agrícolas rendem milhões de kwanzas

Cabinda: Feiras de produtos agrícolas rendem milhões de kwanzas

As feiras de produtos agrícolas realizadas, no ano passado, nos quatro municípios da província de Cabinda, produziram um volume de negócios de mais de cinquenta milhões de kwanzas, revela um relatório da Comissão Provincial Organizadora das Feiras da Produção Nacional.

O documento, que o Jornal de Angola teve acesso, indica ainda que, o município de Cacongo foi o que teve maior volume de negócios, estimado em cerca de 25 milhões de kwanzas.
Na segunda posição da lista, figura o município de Buco-Zau, com 11 milhões de kwanzas, seguido de Cabinda com 10 milhões de kwanzas e finalmente, Belize, com oito milhões.

O secretário provincial para o Desenvolvimento Económico Integrado, Allan Varela, disse à imprensa que o certame trouxe mais-valia à província. “O objectivo das feiras é gerar negócios, atrair empresários e concomitantemente consumidores, e esta finalidade foi alcançada”, afirmou.

“A estratégia vai continuar”, prosseguiu”, “porque faz parte do Programa de Apoio à Produção, Diversificação das Importações (prodesi”, cuja finalidade é diminuir substancialmente as importações de produtos agrícolas e incentivar a produção nacional”.

O responsável sublinhou que os produtores locais ficaram sensibilizados de que com as vias de acesso funcionais podem obter lucros satisfatórios , se apostarem na produção, pois, os empresários que visitaram a feira mostraram interesse de adquirirem os produtos a partir das zonas de cultivo assim que as estradas estiverem boas.

As feiras contaram com 783 expositores, seis mil e 577 visitantes e mais de 200 toneladas de produtos, com destaque para a banana, abacaxi, batata-doce, inhami, mandioca, amendoim (ginguba) e hortícolas.

- Publicidade -
FonteJA
- Publicidade -
- Publicidade -

Notícias relacionadas

- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.