- Publicidade-
Smooth Jazz Rádio Calema
Inicio Mundo Lusófono Portugal Portugueses fazem filas para votar antecipadamente nas presidenciais

Portugueses fazem filas para votar antecipadamente nas presidenciais

Ainda a campanha está a decorrer para as eleições presidenciais em Portugal do dia 24 do corrente, mas, hoje, mais de 246 mil portugueses, votaram, antecipadamente, por causa da pandemia da Covid-19. Em Lisboa, por exemplo, havia grandes filas de eleitores ao longo dos passeios e relvados da Alameda.

Mais de 246 mil eleitores portugueses pediram para votar antecipadamente este domingo, uma semana antes das presidenciais de 24 de janeiro. Devido à pandemia de covid-19, o grande objectivo era evitar concentrações de pessoas.

Em Lisboa, as mesas de voto foram instaladas na cidade universitária e testemunhámos que se formaram grandes filas de eleitores ao longo dos passeios e relvados da Alameda.

Evitar filas na próxima semana e melhor organizarem a vida, foram os motivos apontados por alguns eleitores para optarem pelo voto antecipado, mas as filas para votar acabaram por acontecer.

Comparando com as legislativas de 2019, o número de pessoas que se inscreveram para votar antecipadamente mais do que quadruplicou – há dois anos foram 56.287, para estas presidenciais foram 246.880.

A campanha eleitoral termina em 22 de janeiro. Concorrem às eleições sete candidatos, Marisa Matias (apoiada pelo Bloco de Esquerda), Marcelo Rebelo de Sousa (PSD e CDS/PP) Tiago Mayan Gonçalves (Iniciativa Liberal), André Ventura (Chega), Vitorino Silva, mais conhecido por Tino de Rans, João Ferreira (PCP e PEV) e a militante do PS Ana Gomes (PAN e Livre).

- Publicidade -
FonteRFI
- Publicidade -
- Publicidade -

Notícias relacionadas

- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.