- Publicidade-
Smooth Jazz Rádio Calema
Inicio Mundo Ásia Sismo destrói hospital na Indonésia e faz pelo menos 34 mortos

Sismo destrói hospital na Indonésia e faz pelo menos 34 mortos

Um sismo na ilha de Celebes, na Indonésia, causou pelo menos 34 mortos, informaram as autoridades, numa altura em que prosseguem as buscas nos escombros de um hospital destruído e noutros edifícios afetados.

“Segundo as informações mais recentes, há 26 mortos, todos na cidade de Mamuju”, a capital da província abalada pelo sismo, disse à agência de notícias France-Presse (AFP) o responsável da agência local de gestão de catástrofes, Ali Rahman.

Além destes, mais oito pessoas morreram em Majene, uma localidade próxima, indicou outro responsável daquele organismo.

Um balanço inicial dava conta de três mortos e 24 feridos na cidade de 110 mil habitantes, onde ruiu um hospital, deixando doentes e pessoal de saúde presos nos escombros.

“O hospital está destruído. Ruiu. Há doentes e pessoal do hospital presos nos escombros e estamos a retirá-los”, disse um responsável dos serviços de socorros na cidade de Mamuju.

Entre dez a 20 pessoas poderão estar retidas nos escombros, segundo a mesma fonte, que não tinha informações sobre se estariam vivas.

As autoridades dão conta igualmente de centenas de feridos.

O sismo, com magnitude de 6,2, segundo o Instituto norte-americano de Geofísica, foi registado às 2.18 horas locais (18.18 de quinta-feira em Portugal continental), com epicentro 36 quilómetros a sul de Mamuju, e profundidade de 18 quilómetros, segundo o Serviço Geológico dos Estados Unidos.

Derrocadas provocadas pelo terramoto cortaram o acesso a uma das principais estradas da província. O sismo também causou danos no aeroporto local.

A agência de meteorologia e geofísica alertou para o perigo de réplicas, “que poderão ser tão ou mais fortes” que o sismo registado, alertou a responsável, Dwikorita Karnawati, pedindo aos habitantes para se afastarem do mar, por haver risco de tsunami.

O forte sismo provocou o pânico na ilha, já abalada em setembro de 2018 por um terramoto com magnitude de 7,5, seguido de um tsunami devastador, que provocou então 4.300 mortes e desaparecidos e pelo menos 170 mil deslocados.

- Publicidade -
FonteJN
- Publicidade -
- Publicidade -

Notícias relacionadas

- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.