- Publicidade-
Smooth Jazz Rádio Calema
Inicio Angola Sociedade Idosos regressam ao Beiral completamente reabilitado

Idosos regressam ao Beiral completamente reabilitado

Os mais de 100 idosos do lar de assistência à pessoa idosa Beiral, localizado no Distrito Urbano do Rangel, voltaram ontem ao centro de acolhimento, depois de dez meses encerrado para obras de reabilitação e modernização.

O lar, construído em 1963, apresentava fissuras, degradação na pintura e problemas eléctricos. Por iniciativa do falecido governador provincial de Luanda Luther Rescova, o conhecido Lar do Beiral passou por um período de profunda reabilitação, visando dar melhor acolhimento aos idosos, numa altura em que a pandemia da Covid-19 se espalhava pelo mundo.

Durante 10 meses, o lar passou por um processo de restauração das infra-estruturas, nova pintura, poda de árvores, reabilitação das casas de banho, cozinha e outros compartimentos. Durante esse período, os idosos foram instalados provisoriamente no Hotel Mussinga Nzambi, no município de Viana, afastados do ambiente a que estavam acostumados.

Idosos em Luanda estão acolhidos nesse hotel enquanto o Lar do Beiral está em obras.
(© Fotografia por: Alberto Pedro | Edições Novembro)

Com o regresso ontem a “casa”, onde de forma harmoniosa conviviam uns com outros, a alegria no rosto dos idosos era visível.

A idosa Maria Suzete Brito contou que a estadia de 10 meses no hotel, em Viana, foi um período de muita solidão, porque não se fazia nenhuma actividade recreativa e de interacção. Acrescentou que voltar ao lar foi um momento de grande alegria para os idosos, porque ali podem estar ao ar livre, sentar-se junto às árvores, ouvir o movimento das pessoas e dos carros e praticar alguns jogos, sem descurar, é claro, as medidas de biossegurança para travar a propagação da Covid-19.

Os idosos estão também satisfeitos por terem agora água quente para o banho, camas novas e confortáveis.

- Publicidade -
FonteJA
- Publicidade -
- Publicidade -

Notícias relacionadas

- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.