InicioAngolaRegiõesAdministração do Lôvua rompe contrato com construtora

Administração do Lôvua rompe contrato com construtora

A Administração do Lóvua, na Lunda-Norte, decidiu romper o contrato com uma empresa, a Samme Business Enterprise Limitada, depois de se ter apercebido que não honrou um compromisso anterior, no município do Tchitato, na mesma província.

Num comunicado, a Administração do Lôvua indica que a empresa contratada para erguer um centro médico local encontra-se em litígio com um ente público, cujo processo corre os trâmites normais no Tribunal Provincial da Lunda-Norte, pelo facto de ter abandonado uma obra, depois de lhe ter sido paga uma percentagem de 15 por cento do valor global.

“A Administração Municipal do Lôvua considera imprudente e irresponsável a conduta adoptada pela mencionada empresa, sendo que tal lesa, de certa forma, o Estado angolano, descredibiliza a empresa e perturbou o equilíbrio das relações existentes entre as administrações municipais da Lunda-Norte e a empresa”, lê-se no comunicado.

Esta é a segunda vez que a Administração Municipal do Lôvua afasta empresas. Em Agosto passado, rescindiu contratos de fiscalização de obras com as empresas Parallel Power e Topo Arquitectura, alegadamente por incumprimento dos acordos.

O afastamento das empresas foi fundamentado pelo “não cumprimento de cláusulas contratuais” para a fiscalização das obras nas regedorias de Saimbuanda, Tchilongo e Carimbula, todas no município do Lôvua. “Desde o arranque das empreitadas que não prestaram quaisquer informações ao dono da obra”, indicou, na altura a Administração do Lôvua.

Siga-nos

0FansCurti
0SeguidoresSeguir
0InscritosSe inscrever

Últimas notícias

Notícias relacionadas

- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.