- Publicidade-
Smooth Jazz Rádio Calema
Inicio Mundo Lusófono Moçambique Polícia moçambicana acusa dissidentes da Renamo de ataque mortal em Sofala

Polícia moçambicana acusa dissidentes da Renamo de ataque mortal em Sofala

Uma viatura foi atacada por homens armados na Estrada Nacional N.º1 na área de Zove, Muxungue, na província moçambicana de Sofala, resultando na morte de um jovem de 22 anos.

O ataque aconteceu no sábado, revelou nesta segunda-feira, 11, o porta-voz da Polícia da República de Moçambique (PRM) em Sofala, Daniel Macuacua, quem responsabilizou a autoproclamada Junta Militar da Renamo.

“Foi destacada uma equipa das Forças de Defesa e Segurança que continua no terreno a trabalhar, sobretudo a efectuar trabalhos de vasculha nas matas para neutralizar estes bandidos”, revelou Macuacua, sem dar mais detalhes.

Os ataques atribuídos à Junta Militar da Renamo no centro de Moçambique já provocaram a morte de, pelo menos, 31 pessoas desde agosto de 2019.

Não houve ainda qualquer reacção do líder da autoproclamada Junta Militar da Renamo, Mariano Nhongo, que anunciou no final de Dezembro um cessar-fogo unilateral.

- Publicidade -
FonteVoA
- Publicidade -
- Publicidade -

Notícias relacionadas

- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.