- Publicidade-
Smooth Jazz Rádio Calema
Inicio Economia CFL focado no transporte de mais carga e passageiros

CFL focado no transporte de mais carga e passageiros

O início da circulação das Unidades Múltiplas Diesel “DMU”, ainda no primeiro trimestre, para a transportação de passageiros no troço suburbano de Luanda entre as estações do Bungo e do Baia, constitui um dos maiores desafios para a empresa Caminhos-de-Ferro de Luanda (CFL).

Esta directiva do Conselho de Administração justifica-se, na medida em que a circulação tem de ser feita num troço conhecido pelos actos de vandalismo protagonizados contra o material circulante no percurso.

Para o presidente do Conselho de Administração do CFL, Júlio Bango Joaquim, outro dos principais desafios é também assegurar a continuação da circulação em segurança dos comboios em toda a malha ferroviária existente entre Luanda – Cuanza-Norte e Malanje.

Tal, deverá ocorrer através de acções precisas de intervenção na linha férrea, formação permanente de todo o pessoal ligado à circulação dos comboios e assegurar a manutenção do material circulante.

Há ainda como grande prioridade, a melhoria das condições técnicas da linha férrea no troço de 215 entre Zenza do Itombe a Cacuso para que seja possível as 12 novas locomotivas GE-C30 chegar a Malanje, sobretudo para assegurar o aumento das capacidades de transporte de mercadorias.

Neste sentido, vai ser realizado um grande trabalho de reforço das pontes, com destaque para a que está sobre o rio Luynha. Segundo indicações, vão também ser substituídos os antigos carris e alargadas algumas curvas para que as condições técnicas e de segurança operacional estejam asseguradas.

A administração do CFL continuará a acompanhar as obras em curso de construção das cinco novas estações multimodais e das novas oficinas para o material circulante.

- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -

Notícias relacionadas

- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.