- Publicidade-
Smooth Jazz Rádio Calema
Inicio Desporto Futebol Da prisão à fortuna: Ronaldinho encerrou 2020 com receitas chorudas

Da prisão à fortuna: Ronaldinho encerrou 2020 com receitas chorudas

Imprensa brasileira estima que o ex-jogador tenha encaixado mais de 780 mil euros no espaço de quatro meses.

Oano civil de 2020 foi repleto de acontecimentos inesperados para todos, e Ronaldinho Gaúcho que o diga, que se viu detido no Paraguai juntamente com o irmão, Roberto de Assis Moreira, durante 171 dias, devido a uma alegada falsificação de passaportes.

O antigo internacional brasileiro acabaria por chegar a acordo com a Justiça, tendo abandonado a prisão mediante o pagamento de uma multa de perto de 160 mil euros. No entanto, nada disto lhe ‘beliscou’ a imagem.

De tal maneira que, de acordo com a edição brasileira do jornal El País, o ex-jogador acabou mesmo por encerrar o ano com uma faturação de mais de 5 milhões de reais – 784,1 mil euros – no espaço de apenas quatro meses.

Tudo isto graças à participação numa série de campanhas publicitárias. A primeira teve lugar apenas um mês depois de ser libertado, em Belo Horizonte, quando foi “contratado por uma seguradora mineira para o lançamento das obras do estádio do Atlético”.

Ronaldinho Gaúcho criou, ainda, um estúdio de música (que usou, inclusive, para gravar um videoclipe em conjunto com a banda Recayd Mob e o rapper Djonga), uma marca de gin orgânico e uma equipa de eSports, que o deixaram de ‘bolsos cheios’.

- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -

Notícias relacionadas

- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.