- Publicidade-
Smooth Jazz Rádio Calema
Inicio Mundo Lusófono Brasil Polícia acaba com festa para 500 pessoas em casa de Elba Ramalho...

Polícia acaba com festa para 500 pessoas em casa de Elba Ramalho na Bahia

A Polícia Militar da Bahia encerrou na última terça-feira (29) uma festa para cerca de 500 pessoas em Trancoso, na Bahia. O evento acontecia em um imóvel luxuoso no distrito de Porto Seguro, pertencente à cantora Elba Ramalho.

De acordo com informações do G1, Elba havia alugado o imóvel a pessoas de São Paulo, que acreditava serem apenas turistas. Elas, no entanto, armaram todo o evento e comercializaram os ingressos por meio das redes sociais.

A cantora explicou que a casa estava alugada de 25 de dezembro a 4 de janeiro e garantiu que estava em uma missa no momento em que a festa acontecia.

A Polícia Militar da Bahia encerrou na última terça-feira (29) uma festa para cerca de 500 pessoas em Trancoso, na Bahia. O evento acontecia em um imóvel luxuoso no distrito de Porto Seguro, pertencente à cantora Elba Ramalho.

De acordo com informações do G1, Elba havia alugado o imóvel a pessoas de São Paulo, que acreditava serem apenas turistas. Elas, no entanto, armaram todo o evento e comercializaram os ingressos por meio das redes sociais.

A cantora explicou que a casa estava alugada de 25 de dezembro a 4 de janeiro e garantiu que estava em uma missa no momento em que a festa acontecia.

“A minha casa está alugada e eu não sabia que estava tendo uma festa nessa proporção. No momento da festa, eu estava na igreja, na missa. É chato, porque nós, artistas, precisamos dar exemplo. Eu sou muito responsável com a minha vida e com a dos outros. Eu não sei quem vai responder por isso”, declarou.

Elba admitiu que sabe quem são os contratantes, mas garantiu não ter relação de amizade com eles. Em entrevista à Revista Quem, ela disse que está hospedada em um resort a cerca de 10 km da residência desde o último dia 26.

“Esse é um período em que eu alugo outra casa ou fico em uma pousada porque eu venho mesmo para descansar. A casa está nas mãos de outras pessoas, que vão responder. A responsabilidade é delas, não é minha”, comentou.

A Secretaria de Segurança Pública da Bahia explicou que chegou à festa por meio de uma denúncia anônima, dispersou o público e encerrou o evento. O responsável pela organização foi identificado e precisará se apresentar à Delegacia Territorial de Porto Seguro.

- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -

Notícias relacionadas

- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.