- Publicidade-
Smooth Jazz Rádio Calema
Inicio Mundo Lusófono Portugal João Leão confiante em "forte recuperação da economia em 2021"

João Leão confiante em “forte recuperação da economia em 2021”

Ainda assim, Leão admite que a segunda vaga da pandemia está a ser “muito intensa”, motivo pelo qual antecipa um “inverno bastante exigente”. Veja a mensagem do ministro de Estado e das Finanças.

O ministro de Estado e das Finanças, João Leão, considera que as notícias sobre as vacinas permitem antecipar uma “evolução favorável” da economia no próximo ano e deixa uma mensagem de confiança perspetivando uma “forte recuperação” em 2021.

“O surgimento com sucesso das vacinas para a Covid-19, permite antecipar uma evolução favorável da pandemia ao longo do próximo ano, o que cria as condições para uma forte recuperação da economia em 2021. Já conseguimos ver a luz ao fundo do túnel, mas ainda o temos de atravessar”, lembra o ministro das Finanças.

Num curto vídeo enviado às redações, Leão fala sobre o Orçamento do Estado para 2021 (OE2021), que ontem foi promulgado, reiterando as três prioridades do documento: combater a pandemia, proteger os rendimentos e proteger o emprego e recuperar a economia.

Ainda assim, Leão admite que a segunda vaga da pandemia está a ser “muito intensa”, motivo pelo qual antecipa um “inverno bastante exigente”.

Leão revela que o OE2021 inclui medidas que “vão dar um contributo fundamental para uma forte recuperação da economia. E dessa forma também para a redução do défice e da dívida pública”.

O Presidente da República promulgou, na terça-feira, o OE2021 considerando as “complexas condições” da sua elaboração e urgência de entrada em vigor, mas apontou-lhe “limitações a maior ênfase social” ou “não acolhimento” de pretensões empresariais.

Numa nota divulgada na página da Presidência da República na Internet, Marcelo Rebelo de Sousa salientou a “óbvia importância” de o país ter um orçamento em 1 de janeiro do próximo ano, “atendendo à urgência do combate à pandemia e seus efeitos comunitários, bem como à adequada receção das ajudas europeias, designadamente, do Plano de Recuperação e Resiliência”.

- Publicidade -
FonteNM
- Publicidade -
- Publicidade -

Notícias relacionadas

- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.