- Publicidade-
Smooth Jazz Rádio Calema
Inicio Mundo Lusófono Moçambique Morreu o político moçambicano Máximo Dias

Morreu o político moçambicano Máximo Dias

Morreu na manhã desta segunda-feira (28.12), em Lisboa, o advogado e político moçambicano Máximo Dias, avança a imprensa local.

O político e advogado de carreira Máximo Dias faleceu esta segunda-feira (28.12), na capital portuguesa, vítima de uma paragem cardiorrespiratória, segundo avança o jornal “Carta de Moçambique”.

O conceituado advogado moçambicano, de 83 anos, retirou-se em 2017, depois de cerca de 50 anos de exercício, deixando a advocacia com algumas críticas ao sistema, denunciando casos de corrupção e sentenças condicionadas a valores monetários.

Máximo Dias era o antigo “número 2” do Gumo, fundado depois do 25 de Abril de 1974, com o objetivo de reclamar a luta pelo poder.

Exilou-se em Lisboa, foi co-fundador do Centro Moçambicano em Lisboa (Centro de Cultura, Desporto e Mútuo Socorro). Quando Moçambique abraçou o multipartidarismo em 1992, Dias criou o Monamo, através do qual concorreu a Presidente da República em 1994.

Em actualização…

- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -

Notícias relacionadas

- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.