- Publicidade-
Smooth Jazz Rádio Calema
Inicio Angola Sociedade Luanda e Malange: Templos da Igreja Universal vandalizados por marginais

Luanda e Malange: Templos da Igreja Universal vandalizados por marginais

Dois templos da Igreja Universal do Reino de Deus (IURD) em Angola foram vandalizados por marginais desconhecidos, na madrugada deste domingo, confirmou à ANGOP fonte da comissão de reforma da instituição religiosa.

Os casos ocorreram na catedral do bairro Morro Bento, distrito urbano da Samba, município de Luanda, e no cenáculo-sede da província de Malange, imóveis que se encontram apreendidos pela Procuradoria-Geral da República (PGR) .

Em declarações à ANGOP, o porta-voz da comissão da reforma da congregação, Gime Inácio, informou que praticamente todo o material usado para a realização de cultos, como aparelhos de som e teclados, foi vandalizado durante os assaltos.

Conforme o religioso, o acto terá sido praticado por 20 a 25 marginais que se apresentaram “fortemente armados, tendo levado impressoras e ar condicionados, além de partirem os vidros da entrada frontal do templo do Morro Bento.

Fachada da Igreja Universal do Alvalade.
(Pedro Parente)

Afirmou que, apesar da virilidade dos marginais, não houve vítimas humanas.

Já o porta-voz do comando provincial da Polícia Nacional em Luanda, inspector-chefe Nestor Goubel, confirmou que foram roubadas quatro colunas, igual número de unidades de som, três aparelhos de ar condicionado, igual quantidade de amplificadores e um projector de imagens.

Informou que a Polícia Nacional já está a investigar o caso e acções estão em curso no sentido de deter os suspeitos e esclarecer o caso, o mais rápido possível.

Os templos da IURD Angola passaram a ter como fiéis depositários o Instituto Nacional dos Assuntos Religiosos (INAR), ao abrigo de uma recente decisão da PGR sobre um diferendo entre pastores e bispos angolanos e brasileiros.

A ANGOP contactou a direcção do INAR, que remeteu o caso à Polícia Nacional e à PGR.

Em nota de imprensa, chegada à ANGOP na noite deste domingo, a comissão de reforma da IURD Angola condenou os actos de vandalização, e apelou às autoridades para trabalharem no sentido da descoberta dos autores materiais dos crimes.

No comunicado, apela-se aos membros, obreiros e pastores da igreja para manterem-se calmos, preservando a paz e cultivando a reconciliação entre os fiéis.

- Publicidade -
FonteAngop
- Publicidade -
- Publicidade -

Notícias relacionadas

- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.