- Publicidade-
Smooth Jazz Rádio Calema
Inicio Mundo Lusófono Brasil Cantor Matheus que morreu vítima da Covid-19 não queria ir ao Brasil...

Cantor Matheus que morreu vítima da Covid-19 não queria ir ao Brasil com medo do vírus

Artista tinha ido passar o Natal ao Brasil.

“Foi um choque quando soube que o meu ‘irmão’ tinha morrido”. As palavras são de Manuel Santos, que era amigo de Matheus, desde que o cantor brasileiro, de 57 anos, foi viver com a família para Recarei, em Paredes.

Emocionado, revelou que Matheus tinha problemas cardíacos e que não queria ir para o Brasil, com medo do vírus que acabou por lhe roubar a vida.

Lara, 16 anos, a filha mais velha do cantor brasileiro Mateus (Foto: D.R.)

“Ele não queria ir. Estive com ele na véspera da viagem e disse-me que tinha medo, mas a família queria muito passar o Natal em Prudente e, por isso, ia fazer-lhes a vontade”, explicou Manuel Santos. Edílson Rodrigues, mais conhecido por Matheus, embarcou para o Brasil no dia 11 de dezembro e terá sido ainda no avião que teve os primeiros sintomas da Covid-19.

Júnior, 11 anos, o filho mais novo do falecido cantor Mateus (Foto: D.R.)

“Ele ligou-me e disse que tinha feito o teste e que tinha dado positivo, mas também disse que estava bem”, explicou. No entanto, após dois dias, o cantor sertanejo piorou. Teve de ser internado e intubado. Nesse período, apresentou problemas renais. Acabou por morrer na terça-feira, na Santa Casa de Misericórdia de Presidente Prudente – a sua terra natal. Antes de ser internado, o cantor terá comentado que deveria ter sido infetado num programa de TV, em Portugal.

Matheus, a mulher Fabiani e os filhos – Lara, de 16 anos, e Matheus Júnior, de 11 – viviam em Recarei desde agosto de 2019. “Era uma pessoa querida e humilde. Apesar de ser uma figura pública, não se achava superior a ninguém”, disse com lágrimas nos olhos Manuel Santos.

- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -

Notícias relacionadas

- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.