- Publicidade-
Smooth Jazz Rádio Calema
Inicio Mundo Europa Jornalista Can Dundar condenado a 27 anos de prisão

Jornalista Can Dundar condenado a 27 anos de prisão

Um tribunal da Turquia condenou, ontem, o jornalista da oposição Can Dundar, exilado na Alemanha, a 27 anos de prisão por espionagem e auxílio a uma organização terrorista, informaram medias locais.

O tribunal de Istambul considerou Dundar, antigo chefe de redacção do diário da oposição Cumhuriyet, culpado por ter publicado em 2015 uma investigação afirmando que os serviços secretos turcos entregavam armas a grupos islamitas na Síria.

Em Maio de 2016, Can Dundar foi condenado em primeira instância a cinco anos e 10 meses de prisão por divulgação de segredos de Estado, num caso que provocou a cólera do Presidente Recep Tayyip Erdogan.

Mas o veredicto foi anulado em 2018 por um tribunal superior, que determinou um novo julgamento por acusações de espionagem com uma pena maior.

Na decisão de ontem, o tribunal precisa que Dundar é condenado a 18 anos e seis meses de prisão por “divulgação de informações confidenciais e espionagem”, relacionadas com a publicação da investigação sobre as armas fornecidas a grupos armados islamitas na Síria, e a oito anos e nove meses de prisão por “auxílio a uma organização terrorista”, no caso o movimento do clérigo Fethullah Gulen, que vive exilado nos Estados Unidos e acusado pelo Governo turco de ter orquestrado o golpe falhado contra o Presidente Erdogan em Julho de 2016.

Dundar refugiou-se na Alemanha em 2016 após a primeira condenação.

- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -

Notícias relacionadas

- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.