- Publicidade-
Smooth Jazz Rádio Calema
Inicio Angola Sociedade Vice-Presidente da República recebe em audiência André Sinela, o mais jovem PhD...

Vice-Presidente da República recebe em audiência André Sinela, o mais jovem PhD angolano formado em França

André Mundombe Sinela, tem 32 anos, nasceu na província do Huambo, é PhD em Bioquímica e Físico-química Alimentar pelo Centro Internacional de Estudos Superiores em Ciências Agronómicas de França.

É, igualmente, Mestre em Tecnologia Alimentar pelo mesmo centro e Engenheiro agrónomo pela Faculdade de Ciências Agrárias do Huambo (FCA).

Além de investigador e conferencista, é docente do Instituto Superior de Tecnologia Agro-alimentar de Malanje. É poliglota com domínio de Inglês, Francês e Espanhol, além de Português.

O tutor da tese do Dr. Sinela, o professor catedrático Manuel Dornier, ao tecer considerações sobre a dissertação do jovem doutor angolano, disse estar entre as melhores na especialidade de Bioquímica já realizadas em França.

O jovem doutor formou-se fruto de uma bolsa co-financiada pela cooperação Angola e França. Em 2018, o Dr. Sinela foi premiado na categoria de Destaque Académico do Projecto “Angola 35 Graus” e foi considerado o PhD mais novo de Angola, naquele ano.

O lado “empreendedor”
“Ombuto Yetu”, é a denominação de uma startup de cariz agro-industrial, criada por André Mundombe Sinela e que está, desde o início de Dezembro, patente na “Saison África 2020”.

O projecto consiste na instalação de uma escola de campo que visa apresentar soluções para a melhoria e multiplicação de sementes locais, bem como a aplicação de boas práticas agrícolas.

Promovido pelo Governo francês, “Saison África 2020”, é um projecto pan-africano, multicultural e pluridisciplinar.

O fórum África 2020, é uma iniciativa da Universcience, com a qual os jovens investigadores, num total de 49, partilham estudos científicos de interesse social.

Seleccionado pela Next Einstein Fórum e a rede de embaixadas francesas em África, André Sinela integra, desta feita, o grupo representado por 27 países africanos, que apostam na divulgação da ciência.

- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -

Notícias relacionadas

- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.