- Publicidade-
Smooth Jazz Rádio Calema
Inicio Mundo Lusófono Portugal Condenado a 18 anos de prisão por 2222 crimes de abuso e...

Condenado a 18 anos de prisão por 2222 crimes de abuso e violação de enteada

O Tribunal de Penafiel condenou, esta segunda-feira, um homem por 2222 crimes de natureza sexual sobre a filha da sua ex-companheira e por um crime de violência doméstica. Terá de cumprir 18 anos e meio de prisão.

Os abusos terão começado pelo menos desde outubro de 2008, quando a menina tinha apenas seis anos de idade. Os contactos sexuais intensificaram-se, quer em periodicidade, quer em gravidade. Segundo o acórdão, os abusos apenas terão cessado em julho de 2019, já depois da ex-companheira e a filha terem saído de casa, em abril desse mesmo ano.

O Tribunal de Penafiel deu como provados 2222 crimes que, correspondendo à idade da menor, se classificaram como crimes de abuso sexual de crianças, abuso sexual de crianças agravado, atos sexuais com adolescentes agravados e violação e violação agravada.

Foi ainda dado como provado que o arguido, durante o período de tempo em que viveu com a companheira, por diversas vezes lhe dirigiu injúrias de vária natureza e ameaças contra a sua integridade física e contra a sua vida.

Foi ontem condenado a 18 anos e 6 meses de prisão, anunciou esta terça-feira o Ministério Público da comarca Porto Este.

- Publicidade -
FonteJN
- Publicidade -
- Publicidade -

Notícias relacionadas

- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.