- Publicidade-
Smooth Jazz Rádio Calema
Inicio Angola Sociedade Polícias, bombeiros e militares das FAA: Detidos 22 cidadãos por corrupção activa...

Polícias, bombeiros e militares das FAA: Detidos 22 cidadãos por corrupção activa e tentativa de violação da cerca sanitária de Luanda

Pelo menos 22 cidadãos angolanos foram detidos esta quinta-feira, 10 de Dezembro, pela Polícia Nacional, acusados pelos crimes de corrupção activa e tentativa de violação da cerca sanitária de Luanda.

Entre os detidos está um enfermeiro de triagem da Covid-19, um fiscal do Instituto de Defesa Florestal (IDF).
(Polícia Nacional)

De acordo com uma nota da Direcção Geral do Serviço de Investigação Criminal (SIC), chegada à Redacção do Portal de Angola, foi por via de uma operação policial realizada na manhã desta quinta-feira, 10 de Dezembro, na estrada nacional 230, concretamente no Controlo da Cerca Sanitária do Zenza do Itombe – Maria Teresa, pelo Serviço de Investigação Criminal, através da sua Direcção Central de Combate à Corrupção em coordenação com o IGAE (Inspecção Geral da Administração do Estado) que culminou com a detenção em flagrante delito dos 22 cidadãos, com idades compreendidas entre os 26 aos 60 anos.

Entre os detidos, o realce recai para 10 efectivos dos órgãos de Defesa e Segurança entre eles, Bombeiros, Polícias, efectivos das Forças Armadas Angolanas (FAA) e 12 civis, dentre estes um enfermeiro de triagem da Covid-19, um fiscal do Instituto de Defesa Florestal (IDF), quatro motoristas e seis passageiros, pelo seu envolvimento em actos de corrupção activa, extorsão e recebimento indevido de valores.

Segundo a corporação, esta acção vem dar resposta a um conjunto de denúncias, ligadas a facilitação de entradas e saídas de cidadãos, sem cumprimento das medidas do estado de calamidade Pública, bem como a falsificação de comprovativos dos testes da Covid-19.

Realçar que no momento da detenção foram apreendidas quarto viaturas ligeiras de diversas marcas, onde se faziam transportar os ora detidos e valores monetários correspondentes em 34.500 kwanzas.

Segundo a nota, os motoristas subornavam os efectivos com valores entre 7 à 10 mil Kwanzas, por cada viatura.

Salientar que feitas todas diligências e recolhidos os meios probatórios, os cidadãos detidos serão presentes nas próximas horas ao Ministério Público para responsabilização Criminal

- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -

Notícias relacionadas

- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.