- Publicidade-
Smooth Jazz Rádio Calema
Inicio Mundo EUA Donald Trump em 2024 pode depender da Georgia

Donald Trump em 2024 pode depender da Georgia

A política americana está agora centrada nas segunda volta das eleições para o Senado no estado da Georgia que vão decidir quem vai controlar esse órgão pelo menos nos dois primeiros anos da presidência de Joe Biden e que poderão também ter um impacto nas futuras ambições políticas de Donald Trump.

Neste momento os Republicanos controlam 50 lugares e os Democratas 48 pelo que basta aos Republicanos ganharem um lugar para assegurarem a maioria. Os Democratas precisam de ganhar os dois lugares e nesse caso terão o mesmo número de assentos ugares que os Republicanos. Ao abrigo da Constituição é o vice-presidente quem desempata votações no Senado pelo que os Democratas podem contar com o voto da vice-presidente eleita Kamala Harris

São eleições que se advinham renhidas com as sondagens a indicarem praticamente empates entre os candidatos Republicanos e Democratas, mas um factor que tem os Republicanos particularmente preocupados é que as acusações do presidente Donald Trump de que as eleições presidenciais foram fraudulentas possa afectar a afluência às urnas do eleitorado Republicano.

Se o Senado ficar sob controlo dos Democratas estes terão controlo total da cena política americana mas qualquer que seja esse resultado uma outra questão que domina a cena política americana é o futuro político de Donald Trump.

Embora ele não tenha ainda aceite o resultado das eleições presidenciais é agora quase uma certeza absoluta que a 20 de Janeiro Trump terá que abandonar a Casa Branca.

O próprio Trump aliás, já deu indícios que poderá concorrer de novo à presidência em 2024, embora até agora, nada tenha anunciado oficialmente pois enquanto não reconhecer publicamente a vitória de Biden é impossível fazer isso.

Ambições presidenciais de outros Republicanos aguardam por decisão de Trump

A sua decisão sobre as eleições de 2024 irá certamente afectar as ambições de outros Republicanos à presidência. Josh Holmes um consultor político do Partido Republicano disse que “o legado do Presidente Trump no Partido Republicano será muito significativo em 2024 não importa o que venha acontecer”.

Para Holmes Trump irá “jogar um grande papel” nas eleições legislativas de meio mandato em 2022. “Claramente ele é uma voz predominante dentro do partido pois ele motiva mais o eleitorado do que qualquer outra pessoas no partido”, disse o consultor Republicanos para quem “se ele decidir concorrer, se anunciar que vai concorrer em 2024 é óbvio que isso complica a vida de pessoas como o vice presidente Mike Pence que pode estar a pensar em ele próprio concorrer e outros ligados à administração Trump”.

Mas Holmes alertou para o fato de que “nunca houve duas eleições que sejam iguais.

“Mas o que posso dizer com certeza é que o presidente Trump vai ter um impacto de muito peso nos próximos anos particularmente nas eleições primárias”, acrescentou Josh Holmes.

Mas há agora um problema para as ambições de Donald Trump e esse problema é precisamente aquilo que já falamos, as eleições para o Senado.

Sarah Isgur trabalhou para o departamento de justiça no início da administração Trump e disse que se os dois candidatos Republicanos perderem a segunda volta da votação na Georgia isso é para Donald Trump “um grande problema” porque “vai haver muitos Republicanos que quando essa data chegar o vão culpar por perderem o Senado”.

“Isso será um grande problema para Donald Trump em futuras eleições se ele realmente pensa em concorrer em 2024”, disse..

É por isso que não será de surpreender que nas próximas semanas Donaldd Trump intensifique a campanha a favor dos dois Republicanos na Georgia .

O seu futuro político dentro do partido Republicano poderá depender disso e a curto prazo os Republicanos precisam de controlar o Senado se quiserem ter voz durante a administração do presidente Joe Biden. Os interesses de Donald Trump e do Partido Republicano são para já os mesmos.

- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -

Notícias relacionadas

- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.