- Publicidade-
Smooth Jazz Rádio Calema
Inicio Cultura Música Teta Lágrimas: Um artista “fechado, tímido, acima do seu tempo”

Teta Lágrimas: Um artista “fechado, tímido, acima do seu tempo”

Causa da morte do cantor ainda por esclarecer. “Dormiu e já não voltou a acordar”, diz a sua sobrinha

A morte do cantor angolano Teta Lágrimas apanhou amigos e familiares de surpresa pois este aparentava boa saúde.

Fineza Teta artista plástica, sobrinha de Lágrimas, disse que o músico não estava doente, não se queixou de nada, acrescentando que o autor de “Amizade Colorida” “dormiu e já não voltou a despertar”

De acordo com Fineza Teta, a causa da morte de Teta Lágrimas está para se apurar.

“Neste momento, estamos à espera do resultado da autópsia para sabermos a verdadeira causa da sua morte”, disse Fineza Teta que descreveu o seu tio como um artista “muito fechado, muito tímido, muito isolado”.

Fineza Teta recordou que Teta Lágrimas viveu sempre à sombra do sucesso do seu irmão Teta Lando.

“Lágrimas esteve sempre à sombra daquilo que foi e é a imagem do Teta Lando e assim de certa forma ele foi afogado pela grande figura que era o seu irmão”, disse acrescentando contudo que isso “não desmereceu a imagem de Teta Lágrimas”.

“Como um verdadeiro artista ele sempre foi acima do seu tempo”, acrescentou Fineza Teta, que recordou que as suas canções de índole crítica “tiveram custos na sua carreira, foi banido dos palcos”.

“O meu tio não aparecia já não era convidado porque a sua música surge num tempo em que as pessoas não podiam falar”, lembrou a sobrinha do cantor sublinhando contudo que “hoje já nos podemos rever na música dele, já conseguimos tocar a sua música nas rádios.

“Feliz é aquele que consegue viver e dançar a sua matriz dentro desse mosaico cultural”, sublinhou.

Uma semana após a morte do cantor Teta Lágrimas, no passado 24 de Novembro, em Luanda, familiares, músicos e amigos continuam consternados com o desaparecimento físico do artista.

Abel Lágrimas da Conceição Santos Teta nasceu no Zaire. Filho de Roberto Teta Lando e de Maria Teta, cresceu nos bairros Operário e Popular, em Luanda, onde começou a cantar aos 14 anos, incentivado pela família.

Oriundo de uma família de artistas, o avô tocava e cantava fado, a mãe era guitarrista e tocava também acordeão, ainda tinha o irmão Teta Lando, somente uma das vozes de maior referencia da música popular urbana angolana.

Em 1974 foi viver para a RDC, onde trabalhou com a Orquestra Babongo Star e a Grande Orquestra Veve Center. Teve participações em vários espectáculos e programas televisivos.

No ano de 1985 viaja para Portugal onde deu continuidade a sua carreira musical, onde lançou a sua primeira obra discográfica “Amizade Colorida”, seguindo-se outras três obras, “Luanda já foste linda”, “Esta preta me mata” e “Dilema”.

Em 1992 regressa a Luanda, a convite do MPLA para cantar nas eleições que se realizaram no respectivo ano, tendo desde esta data fixado residência.

Tem 9 obras discográficas publicadas, “Mãe de todos nós”, “Coisas da vida”, “Dilema”, “Luanda já foste linda”, “Renascente esperança”, “Genuinamente”, “Letra chorada”, o DVD “Letra Chorada” e “Lágrimas do Coração”.

- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -

Notícias relacionadas

- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.