- Publicidade-
Smooth Jazz Rádio Calema
Inicio Mundo África Pandemia já matou 291 pessoas em África

Pandemia já matou 291 pessoas em África

África registou 291 mortes devido à Covid-19 e mais 15.325 novos casos de infecção nas últimas 24 horas, contabilizando agora 53.543 óbitos causados pelo novo coronavírus, segundo dados oficiais.

De acordo com o Centro de Controlo e Prevenção de Doenças da União Africana (África CDC), o continente africano conta agora com 2.248.269 casos de infectados. O número de recuperados nas últimas 24 horas foi de 12.240, para um total de 1.916.227.

O maior número de casos de infecção e de mortos regista-se na África Austral, com 910.269 casos e 23.743 vítimas mortais.

Nesta região, a África do Sul, o país mais afectado do continente, ultrapassa agora os 800 mil casos de infecção (810.449) e contabiliza 22.067 mortes.

O Norte de África é a segunda zona mais afectada pela pandemia, com 780.261 pessoas infectadas e 20.349 vítimas mortais.

A África Oriental contabiliza 281.493 casos e 5.346 mortos, na África Ocidental, o número de infecções é de 209.557, com 2.900 mortos, enquanto a África Central regista 66.689 casos e 1.205 óbitos. O Egipto, que é o segundo país africano com mais vítimas mortais, a seguir à África do Sul, regista 6.750 mortos e 118.014 infectados, seguindo-se Marrocos, que contabiliza 6.184 vítimas mortais e 376.738 casos de infecção.

Entre os seis países mais afectados estão também a Tunísia, com 102.991 infectados e 3.526 mortos, a Argélia, com 87.602 infecções e 2.484 mortos, a Etiópia, com 112.740 casos e 1.745 vítimas mortais, e a Nigéria, com 68.937 infectados e 1.180 óbitos.

Em relação aos países de língua oficial portuguesa, Moçambique regista 133 mortos e 16.133 casos positivos, Cabo Verde (109 mortos e 11.036 casos), Guiné Equatorial (85 mortos e 5.159 casos), Guiné-Bissau (44 mortos e 2.441 casos) e São Tomé e Príncipe (17 mortos e 997 casos).

O primeiro caso de Covid-19 em África surgiu no Egipto, em 14 de Fevereiro, e a Nigéria foi o primeiro país da África subsariana a registar casos de infecção, em 28 de Fevereiro.
A pandemia da Covid-19 provocou pelo menos 1.519.213 mortes resultantes de mais de 65,8 milhões de casos de infecção em todo o mundo, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

EUA bate novo recorde diário de infecções

Os Estados Unidos registaram 2.527 mortos e 229.859 infectados com o novo coronavírus nas últimas 24 horas, um novo recorde diário de casos, segundo a contagem independente da Universidade Johns Hopkins.

Com este balanço, o número de óbitos desde o início da pandemia no país subiu para 281.121 e o de casos para 14.567.529.

O número de mortes excede as estimativas iniciais da Casa Branca, que projectava entre 100 mil e 240 mil óbitos.
O Presidente norte-americano, Donald Trump, baixou essas estimativas e estava confiante de que o número final ficaria entre 50 mil a 60 mil mortos, embora mais tarde tenha previsto até 110 mil mortes, um número que também já foi largamente ultrapassado.

Instituto de Métricas e Avaliação da Saúde da Universidade de Washington estima que até à altura em que Trump deixar a Casa Branca, a 20 de Janeiro, 385 mil pessoas terão morrido, com o número a subir para 470 mil a 01 de Março.

- Publicidade -
FonteJA
- Publicidade -
- Publicidade -

Notícias relacionadas

- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.