- Publicidade-
Smooth Jazz Rádio Calema
Inicio Desporto Futebol Petro vence Akonangui com golo de Tiago Azulão

Petro vence Akonangui com golo de Tiago Azulão

Um golo de Tiago Azulão, marcado aos 36 minutos, a passe de Pedro, foi suficiente para o Petro de Luanda iniciar com vitória a caminhada à fase de grupos da Liga dos Clubes Campeões Africanos de Futebol.

A vitória por 1-0, ontem, sobre os equato-guineenses do Akonangui FC, deixa os tricolores em excelente posição para garantir presença na próxima etapa da competição, pois vai decidir a eliminatória em casa.

Apesar de se tratar do primeiro jogo oficial da época, os tricolores mostraram boa qualidade de jogo, principalmente nas transições a partir do meio-campo, assim como uma defesa bastante sólida, que não permitiu veleidades ao sector atacante da casa. Aliás, o guarda-redes Elber chegou a defender um penálti, aos 53 minutos, que poderia dar o empate ao Akonangui.

A estratégia montada pelo técnico Toni Cosano resultou. Ou seja, o “onze” escalado pelo treinador espanhol foi competente, por isso o triunfo dos tricolores não pode ser posto em causa, até porque a equipa em alguns momentos viu o árbitro inclinar o campo a favor dos visitados, mas teve “peito” para aguentar a injustiça.

O penálti não assinalado aos 50 minutos, que poderia dar o segundo golo ao Petro, é um exemplo da parcialidade demonstrada pelo juiz do desafio.

Com o triunfo de ontem, no novo Estádio de Ebibeyin, ao Petro de Luanda bastará um empate para marcar presença na fase seguinte da competição. Porém, a jogar na condição de visitados, os tricolores, certamente, vão entrar em campo para justificar que o resultado alcançado na Guiné Equatorial não foi obra do acaso.

Do “onze” lançado por Toni Cosano no primeiro jogo oficial da época, realce para as entradas do “novato” Jó Matuwila (defesa-central), do jovem Pedro e do regressado Tiago Azulão, o marcador de serviço dos tricolores.

Toni Cosano começou oficialmente a época 2020/2021 com o seguinte onze: Elber; Diógenes, Musah, Matuwila e Pedro; Job, Além, Dany e Picas; Tiago Azulão e Tony.

O jogo da segunda mão acontece no próximo sábado, 5, às 17h00, no Estádio 11 de Novembro, em Luanda.

Empate no Congo anima técnico do Maquis
O treinador do FC Bravos do Maquis, Zeca Amaral, promete uma equipa ganhadora no próximo domingo, às 17h00, no Estádio dos Coqueiros, em Luanda, diante do Etoile do Congo, em jogo referente à segunda-mão da preliminar à fase de grupos da Taça da Confederação, depois do empate (1-1), sábado, no Estádio Alphonse Massamba-Débat, em Libreville, válido para a primeira-mão.

De acordo com Zeca Amaral, que lamentou a forma como a equipa sofreu o golo do empate, marcado por Baléle, aos 63, depois de os maquisardes terem inaugurado o placard, aos 53´, por Dabanda, o resultado alcançado em Libreville pode ajudar a garantir a qualificação à próxima fase da prova, embora jogar em casa não defina nada.

“Poderíamos ter feito mais no primeiro jogo, se não fosse o infantilismo, numa brincadeira de mau gosto, em que acabámos por sofrer um golo. O adversário cresceu e sofremos um bocado. Mas para quem não joga há 8 meses, nesse tipo de relvado (sintético) acaba por ser um resultado que nos pode ajudar a passar a eliminatória, pois a segunda mão é em casa, embora não defina nada, é sempre em nossa casa. Vamos no domingo, com certeza, entrar para ganhar o jogo, porque queremos estar na próxima pré-eliminatória”, disse.

Para Zeca Amaral, o jogo da primeira-mão foi bastante equilibrado e considera os jogadores maquisardes “autênticos heróis”, pois fizeram-se presente ao jogo sem terem almoçado, depois de duas horas no aeroporto.

“Foi um jogo equilibrado, mas sem desculpas, ficar duas horas no aeroporto, não almoçar e ir directamente para o jogo, esses jogadores tiveram um acto de estoicismo”, reconheceu.

- Publicidade -
FonteJA
- Publicidade -
- Publicidade -

Notícias relacionadas

- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.