- Publicidade-
Smooth Jazz Rádio Calema
Inicio Angola Política Plano Estratégico da CEEAC analisado pelos ministros

Plano Estratégico da CEEAC analisado pelos ministros

Reunião prepara 18ª Sessão Ordinária da Conferência de Chefes de Estado e de Governo, agendada para sexta-feira

Os ministros das Relações Exteriores e dos Negócios Estrangeiros da Comunidade Económica dos Estados da África Central (CEEAC) reuniram-se, esta segunda-feira em Conselho, para analisar o Plano Estratégico Indicativo para o quinquénio 2021-2025.

Consta ainda da agenda da reunião, que se realiza por vídeo-conferência, a partir da sede da organização (Libreville-Gabão), o Plano de Acção para 2021, a situação das contribuições orçamentais e a proposta de orçamento para 2021.

Os ministros vão, igualmente, analisar e adoptar as recomendações da Comissão Técnica Inter-Estado, entre outros temas.

Angola faz-se representar na reunião por uma delegação encabeçada pelo ministro das Relações Exteriores, Téte António, que participa a partir do edifício sede do Ministério das Relações Exteriores. Segundo uma nota do Ministério das Relações Exteriores, a Reunião do Conselho de Ministros da CEEAC foi antecedida de um encontro de peritos, realizado na quinta e sexta-feira da semana passada e serve para preparar a 18ª Sessão Ordinária da Conferência de Chefes de Estado e de Governo, agendada para a próxima sexta-feira, em Libreville (Gabão).

O presidente da Comissão da CEEAC, o angolano Gilberto Veríssimo, esteve em Angola no mês passado, para apresentar as propostas do Plano Estratégico da organização para os próximos anos.

Na ocasião, o diplomata foi recebido, no dia 6 de Outubro, pelo Presidente da República, João Lourenço, a quem agradeceu por ter sido designado, para as funções que exerce.

Em declarações à imprensa, no final da audiência, Gilberto Veríssimo disse que Angola, pela experiência acumulada, podia ajudar a organização a avançar nas áreas de Género, Desenvolvimento Humano, Juventude e Desportos e Mercado Comum e Assuntos Económicos.

A CEEAC foi criada em Libreville, Gabão, em 1983, e tem como objectivos a promoção da cooperação e do desenvolvimento auto-sustentável, com particular ênfase para a estabilidade económica e melhoria da qualidade de vida da população da região. É integrada, além de Angola, pelo Burundi, Camarões, Chade, Gabão, Guiné Equatorial, República Centro-Africana, República do Congo, República Democrática do Congo, Rwanda e São Tomé e Príncipe.

- Publicidade -
FonteAngop
- Publicidade -
- Publicidade -

Notícias relacionadas

- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.