- Publicidade-
Smooth Jazz Rádio Calema
Inicio Desporto Basquetebol Jean Jaques intenta acção contra Comissão Eleitoral

Jean Jaques intenta acção contra Comissão Eleitoral

Jean Jacques da Conceição intentou a semana passada, no Tribunal Provincial de Luanda, um processo judicial contra a Comissão Eleitoral (CE), por alegado vício no acto processual, que culminou ontem com a eleição de Moniz Silva para o cargo de presidente da Federação Angolana de Basquetebol para os próximos quatro anos.

O antigo vice-presidente do órgão reitor endereçou um documento ao órgão fiscalizador, sábado último, ao qual o Jornal de Angola teve acesso, onde deu a conhecer a acção e fez menção de supostas anomalias desde a altura da apresentação das propostas de candidatura. No seu entender, houve “má fé e intenções inconfessas”.

“Enquanto cidadão com direitos constitucionais que me são consagrados de ser eleito e eleger, aproveito fazer-lhe chegar essa nota com o objectivo solene de dar-lhe a conhecer que corre trâmites legais no Tribunal Provincial de Luanda, o processo de impugnação deste acto eleitoral com o objectivo de se decidir sobre a sua anulação”, lê-se no comunicado.

Jacques foi impedido de concorrer às eleições pelo facto de o seu mandatário não ter respeitado o horário limite, 15h00, para a entrega da documentação. Na sequência, Conceição apresentou reclamação formal a CE por lhe ter considerado inelegível.

O único africano integrante do ‘hall’ da fama da FIBA tinha dito que um dos principais objectivos, em caso de vitória, seria resgatar a mística do basquetebol angolano. Em 2012, o heptacampeão africano pela Selecção Nacional desistiu, à última hora, de candidatar-se ao cargo, integrando a lista do concorrente António Henriques da Silva.

- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -

Notícias relacionadas

- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.