Radio Calema
InicioMundoEuropaRegião de Nápoles passa a ser “zona vermelha” pelo coronavírus

Região de Nápoles passa a ser “zona vermelha” pelo coronavírus

A região italiana de Nápoles (Campânia) foi classificada como “zona vermelha”, assim como a Toscânia – anunciou o governo italiano oficialmente na sexta-feira à noite, confirmando que metade dos italianos está agora em confinamento parcial.

No total, 26 milhões de italianos, de uma população de 60 milhões, estão sujeitos às restrições das zonas vermelhas decretadas em sete regiões, onde o índice de contágio do coronavírus é o mais alto.

Nessas regiões, entre elas a Lombardia (norte), pulmão económico do país, é necessária autorização para ir ao trabalho ou ao médico. A maioria das lojas está fechada.

Hoje, a península encontra-se dividida em três zonas – amarela, laranja e vermelha -, em função da gravidade da situação epidemiológica.

A região da Campânia passou diretamente da zona amarela para a zona vermelha, ignorando a fase laranja. Duramente atingida pela nova onda da pandemia, enfrenta hospitais lotados, pacientes a serem atendidos nos seus carros ou a morrerem em ambulâncias.

Nove regiões estão na zona laranja, com os seus habitantes submetidos, entre outras restrições, à proibição de se deslocarem para fora do seu município. Apenas cinco, incluindo Roma, se encontram na cor amarela, onde o teletrabalho é recomendado.

Um toque de recolher obrigatório a partir das 21h00 está em vigor em todo o território.

Siga-nos

0FansCurti
0SeguidoresSeguir
0InscritosSe inscrever

Últimas notícias

Notícias relacionadas

- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.