- Publicidade-
Smooth Jazz Rádio Calema
Inicio Mundo Lusófono Brasil Justiça nega pedido de prisão de homem que matou ciclista em SP

Justiça nega pedido de prisão de homem que matou ciclista em SP

Segundo decisão, o próprio Ministério Público de São Paulo indeferiu o pedido por entender que o homicídio culposo não admite prisão preventiva.

A Justiça negou o pedido de prisão preventiva de José Maria da Costa Junior, de 33 anos, indiciado por homicídio culposo e fuga do local do acidente, após atropelar e matar a cicloativista Marina Kholer Harkot, de 28 anos, no último domingo (8), na zona oeste de São Paulo.

A decisão é da juíza Tatiana Saes Valverde Ormeleze, do TJ-SP (Tribunal de Justiça de São Paulo) Segundo o documento, o próprio MP-SP (Ministério Público de São Paulo) indeferiu o pedido de prisão preventiva de José por entender que o homicídio culposo não admite prisão preventiva, de acordo com o Código Penal.

A decisão ressalta que o crime contra Marina é grave, já que “trata-se de mais um atropelamento culposo no trânsito, que acabou por ceifar a vida de uma jovem, de apenas 28 anos, com um longo futuro a ser percorrido e que, lamentavelmente, foi brutalmente interrompido.”

A Polícia Civil investiga se outra pessoa estava com José no veículo, e as circunstâncias que antecederam e sucederam o crime. O caso foi registrado no 14º DP (Pinheiros).

- Publicidade -
FonteR7
- Publicidade -
- Publicidade -

Notícias relacionadas

- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.