- Publicidade-
Smooth Jazz Rádio Calema
Inicio Economia Hotel de cinco estrelas cria mais de 900 postos de trabalho

Hotel de cinco estrelas cria mais de 900 postos de trabalho

Mais de 900 postos de trabalho vão ser criados em Luanda, com a inauguração de um hotel de cinco estrelas pelo Presidente da República, João Lourenço, no quadro das festividades dos 45 anos da Independência Nacional.

“É evidente que este hotel vai criar cerca de 900 empregos directos e uns quantos indirectos. Não é suficiente, mas é bastante bom”, disse o Chefe de Estado, no fim da cerimónia de inauguração do Hotel Intercontinental, no Miramar.

João Lourenço disse que a inauguração da unidade hoteleira se enquadra na política de fomento do turismo e que vão surgir mais iniciativas do género, com outras cadeias hoteleiras em vários pontos do país. “Vai ganhar o investimento privado, vai ganhar o turismo e vai ganhar o bom nome de Angola”, sublinhou.

O edifício do Hotel Intercontinental é resultado da recuperação dos activos do Estado pela Procuradoria-Geral da República, um investimento totalmente feito pelo Estado, através da Sonangol, e que depois passou para entidades privadas de forma ilícita.

“Confirmo, e isto é um sinal de que devemos continuar a trabalhar para recuperar aquilo que foi realizado com o capital público que, a determinada altura, deixaram de ter o Estado como o principal accionista. Portanto, no caso concreto desta unidade, todo o investimento foi feito por uma empresa pública, a Sonangol, como resultado da acção da PGR, a propriedade acaba por regressar a quem fez na totalidade o investimento”, disse João Lourenço.

O Presidente da República fez o corte da fita da unidade hoteleira, acompanhado da Primeira Dama, Ana Dias Lourenço. Estiveram também presentes o Vice-Presidente da República, Bornito de Sousa, o presidente da Assembleia Nacional, Fernando da Piedade Dias dos Santos, representantes do poder judicial, ministros de Estado e ministros. O Presidente acompanhou, de seguida, um vídeo institucional sobre a unidade hoteleira de 25 andares e 377 quartos, repartidos em duas suites presidenciais, quatro suites diamante, 19 suites executivas, 16 suites júnior, 65 suites premium twin bed e 271 suites premium king bed.

O Presidente da República visitou os diversos compartimentos do hotel, que dispõe de restaurantes, espaços de eventos e vários espaços lúdicos. Antes da inauguração do hotel, o Presidente da República, João Lourenço, testemunhou o içar da Bandeira Monumento no Museu Nacional de História Militar, onde foram disparadas 21 salvas de canhão e a banda de música do Exército entoou o Hino Nacional, “Angola Avante”. O Chefe de Estado visitou as instalações do Museu, que conserva algum acervo histórico do material militar usado pelos combatentes angolanos durante a Luta de Libertação Nacional.

Ainda na manhã de ontem, o Presidente João Lourenço deslocou-se ao Memorial Dr. António Agostinho Neto, onde depositou uma coroa de flores no sarcófago do primeiro Presidente de Angola, na presença do Vice-Presidente da República, Bornito de Sousa, do presidente da Assembleia Nacional, Fernando da Piedade Dias dos Santos e outros dirigentes.

- Publicidade -
FonteJA
- Publicidade -
- Publicidade -

Notícias relacionadas

- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.