- Publicidade-
Smooth Jazz Rádio Calema
Inicio Mundo África Morreu antigo Presidente do Mali Amadou Toumani Touré

Morreu antigo Presidente do Mali Amadou Toumani Touré

O ex-Presidente do Mali Amadou Toumani Touré, que governou o país de 2002 a 2012 antes de ser derrubado num golpe de Estado, morreu aos 72 anos, na Turquia, para onde tinha sido transferido após uma operação cardíaca.

“Amadou Toumani Touré morreu na noite de segunda-feira para hoje na Turquia, país para onde foi levado por motivos médicos”, disse à agência de notícias AFP Oumar Touré, sobrinho do antigo Presidente.

O antigo Presidente tinha sido recentemente submetido a “uma operação cardíaca”, disse um médico de um hospital de Bamako, sob condição de anonimato.

Embora “tudo parecesse estar a correr bem”, Touré foi mais tarde transferido para a Turquia por razões médicas, disse o médico.

“Decidimos transferi-lo. Ele viajou para a Turquia muito recentemente num voo regular. Infelizmente, morreu durante a madrugada de segunda-feira e hoje”, acrescentou.

Da transição democrática à destituição
O nome de Amadou Toumani Touré, ele próprio um ex-soldado que entrou para a política, foi associado à transição democrática do Mali. Assumiu pela primeira vez o comando do país durante um ano, em 1991, ajudando a derrubar o regime de Moussa Traore, que se encontrava no poder desde 1968.

Esteve à frente de um comité de transição após o golpe, exercendo funções de chefe de Estado até às eleições de 1992, ganhas por Alpha Oumar Konare, o primeiro presidente democraticamente eleito na história pós-independência do Mali.

Universalmente conhecido pelas iniciais ATT, Toure venceu as eleições presidenciais em 2002 e novamente em 2007.

Acabaria por ser derrubado em Março de 2012 por um golpe militar, quando soldados se amotinaram contra a incapacidade do Governo de deter a ofensiva dos rebeldes tuaregues no norte do país e a entrada de jihadistas de países vizinhos.

O caos que se seguiu foi extremamente destrutivo para o exército mal equipado e desmoralizado do Mali. Os jihadistas invadiram o norte do país antes de serem forçados a sair em 2013 após uma intervenção francesa.

- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -

Notícias relacionadas

- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.