- Publicidade-
Smooth Jazz Rádio Calema
Inicio Destaques Eleições presidenciais nos EUA: Procurador-geral autoriza investigações sobre possíveis irregularidades

Eleições presidenciais nos EUA: Procurador-geral autoriza investigações sobre possíveis irregularidades

O procurador-geral dos EUA, William Barr, autorizou procuradores federais de todo o país a abrirem investigações sobre irregularidades nas eleições.

“Uma vez que a votação nas atuais eleições foi concluída, eu os autorizo a investigar denúncias substanciais de irregularidades na votação e no processo de recontagem, antes da certificação das eleições em suas jurisdições em certos casos”, determinou Barr.

Eleições presidenciais nos EUA
Em 3 de Novembro, os americanos foram às urnas definir quem deverá governar os Estados Unidos pelos próximos quatro anos: o atual presidente, Donald Trump, do Partido Republicano, ou o democrata Joe Biden.

O sistema eleitoral dos EUA é assim: cada estado tem um número de delegados proporcional à população, sendo 538 delegados ao todo. A regra do “Vencedor leva tudo” quer dizer que o candidato que obtiver mais da metade dos votos do estado, ao menos um a mais, recebe todos os votos eleitorais deste estado — com exceção do Maine e do Nebraska.

Devido à pandemia da COVID-19, as eleições de 2020 se destacam por um número muito grande de votos antecipados, que se aproxima de 100 milhões. Além disso, muitos votos foram enviados pelo correio, o que atrasa a apuração.

- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -

Notícias relacionadas

- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.