- Publicidade-
Smooth Jazz Rádio Calema
Inicio Mundo África Autoridades quenianas detêm mil pessoas por violar restrições da Covid-19

Autoridades quenianas detêm mil pessoas por violar restrições da Covid-19

A polícia queniana deteve pelo menos mil pessoas por violação às medidas de contenção enquanto o país enfrenta um aumento de casos do novo coronavírus.

As autoridades afirmam que a maior parte das pessoas interpeladas foram encontradas nos bares, horas após o toque de recolher obrigatório, em vigor desde Março.

O Quénia registou mais de mil mortes ligadas ao coronavírus e 62 mil pessoas foram infectadas.

A polícia interveio nos bares e locais de entretenimento em todo o país que ignoraram as medidas rígidas postas em prática para conter uma segunda vaga do vírus.

No fim-de-semana, centenas de cidadãos foram detidos em vários condados por não usarem máscaras e por estarem nos bares após o limite previsto para às 21h00.

A polícia avançou que todos os detidos terão de comparecer ao tribunal e incorrem a uma multa de até 200 dólares (110 mil fcfa).

Vários bares que estiveram a funcionar fora do horário de trabalho viram as suas licenças canceladas com a agravante não serem renovadas.

A aplicação das medidas figura das directivas do presidente Uhuru Kenyatta para tentar conter a propagação do coronavírus, que tem aumentado em algumas comunidades rurais do país.

- Publicidade -
FonteJA
- Publicidade -
- Publicidade -

Notícias relacionadas

- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.