- Publicidade-
Smooth Jazz Rádio Calema
Inicio Economia PR vai inaugurar Hotel Intercontinental no Miramar em dia de celebração dos...

PR vai inaugurar Hotel Intercontinental no Miramar em dia de celebração dos 45 anos da independência

O Presidente da República, João Lourenço, vai inaugurar, no dia 11 de Novembro, data da proclamação da independência de Angola, o Intercontinental – Hotel & Casino, no Eixo Viário, empreendimento nacionalizado através de um decreto presidencial em Outubro.

A informação consta de um comunicado da Presidência, que informa que as comemorações dos 45 anos da independência começam no dia 10, com uma homenagem no Palácio Presidencial, logo às 8:00. No dia 11, às 07:00, na agenda da Presidência está prevista a cerimónia do içar da bandeira, no Museu Central das Forças Armadas Angolanas, a deposição de uma coroa de flores no Memorial Agostinho Neto, às 09:00, seguida da inauguração do Hotel Intercontinental, no Miramar, às 10:00.

As comemorações continuam a 12 de Novembro, com a inauguração da Academia Diplomática do Ministério das Relações Exteriores, às 10:30. O luxuoso Intercontinental – Hotel & Casino, que faz parte de um conjunto de três edifícios e conta com um prédio de mais de 20 andares, e cujas obras foram retomadas em Janeiro de 2018 após dois anos de paralisação, estava na mão da Miramar Empreendimentos Lda, e é descrito como uma das maiores e mais imponentes unidades hoteleiras do País.

Foi nacionalizado no nal de Outubro por um decreto assinado pelo Chefe de Estado, que determinava que 60 por cento das participações sociais da sociedade comercial Miramar Empreendimentos SA passavam para a esfera do Estado. Os restantes 40 por cento já pertenciam à Sonangol.

Numa consulta aos diários da República onde estão registadas as sociedades constituídas no País, o Novo Jornal, conforme notícia avançada a 29 de Outubro, vericou que 17% das participações da Miramar, constituída em Março de 2007, por Patrícia Carla Muside Gomes de Almeida, são de uma oshore com sede no Panamá, a Namkwang Rainbow Company, SA.

Patrícia Gomes de Almeida apresentou-se no 1º Cartório de Luanda enquanto mandatária das três empresas que viriam a deter o capital social da empresa: Sonangol SGPS – Sociedade Gestora de Participações Sociais Lda., Grupo Suninvest SARL, que tem como um dos sócios Ismael Diogo da Silva, e Namkwang Rainbow Company, SA, com sede no Panamá (Diário da República de 11 de Junho 2007 – III Série, nº 70).

O grupo Suninvest, que sofreu três alterações desde que foi criado, em 1996, por três sócios (José Antunes Neto Queiroz, Mário Leonel da Silveira Correia e Ranzi Ramuz Klink)foi transformado em 2013 numa Sociedade Anónima de Responsabilidade Limitada, já sob representação de Ismael Diogo, presidente da Fundação Eduardo dos Santos (FESA).

Ismael Diogo esteve detido em 2018 por suspeita de crimes de burla por defraudação e corrupção activa, tendo sido libertado uma semana depois com termo de identidade e residência. Desde então, não foram tornados públicos quaisquer desenvolvimentos.

- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -

Notícias relacionadas

- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.