- Publicidade-
Smooth Jazz Rádio Calema
Inicio Mundo EUA Sem resultados, mantêm-se as expectativas em relação a uma Administração Trump ou...

Sem resultados, mantêm-se as expectativas em relação a uma Administração Trump ou Biden

Enquanto se aguarda pelos resultados finais provisórios da eleição presidencial, analistas e apoiantes de Donald Trump e de Joe Biden esgrimam os seus argumentos.

A VOA tem procurado ouvir diversos analistas sobre um eventual segundo mandato de Trump ou uma Administração Biden.

O empresário, escritor e comentador político Luís António Faria continua a confiar na sua projecção que dá vitória ao Presidente Donald Trump, mesmo perdendo a Pensilvânia.

Em conversa com a VOA, aquele analista conservador radicado em Tampa, na Flórida, apenas dava “15 por cento” de possibilidades ao democrata Joe Biden.

Os números apontam para qualquer possibilidade, podendo o resultado pender para o Presidente Trump, que já recorreu em vários Estados para garantir que, segundo disse, “não haja fraude” ou para o antigo vice-presidente Biden, que diz confiar na vitória, mas só depois de “todos os votos serem contados”.

O jornalista Jorge Soares, fundador do semanário A Semana em Cabo Verde, em 1991, e actual gestor do site visaonews.com, com base em Orlando, na Flórida, admite que esse processo possa terminar no Supremo Tribunal.

Em caso de vitória de Donald Trump, aquele analista teme pela sua “imprevisibilidade” e por isso, diz, “vamos ter anos imprevisíveis”.

“Sabemos as suas ideias, a sua filosofia de governar e as ideias que ele tem de ir minguando os direitos, como na saúde, que vão afectar a política de imigração”, acrescenta Soares, lembrando que as políticas conservadores devem ter o apoio do Supremo Tribunal, que também é conservador.

Quanto a uma eventual vitória de Joe Biden, ele aponta as promessas de manter o programa de seguro de saúde conhecido por Obamacare, aumentar a comparticipação dos mais ricos, através de impostos, e “ajuda aos estudantes de colégios e universidades”.

Por seu lado, Luís António Faria, também conhecido por Tó Faria, acredita que Donald Trump vai dar continuidade “à construção do muro na fronteira com o México, que tem permitido uma enorme redução da imigração ilegal”, vai fazer regressar as tropas à casa, deixando um pequeno remanescente na Síria e no Iraque, “concluir os acordos comerciais que têm beneficiado a América, principalmente na agricultura” e recuperar a economia.

Até a tarde desta quinta-feira, 5, tudo está aberto, com as projecções a darem 253 votos a Joe Biden e 213 a Donald Trump, faltando terminar a contagem dos votos nos Estados de Nevada, Pensilvânia, Carolina do Norte e Geórgia.

O vencedor necessita conseguir 270 votos do colégio eleitoral.

- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -

Notícias relacionadas

- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.