- Publicidade-
Smooth Jazz Rádio Calema
Inicio Mundo Europa Emmanuel Macron a favor de maior controlo das fronteiras de Schengen

Emmanuel Macron a favor de maior controlo das fronteiras de Schengen

Perante a recente onda de atentados ocorrida em França, o Presidente Emmanuel Macron declara-se a favor de um controlo reforçado das fronteiras do espaço Schengen . O chefe de Estado francês considera que há uma evolução da ameaça terrorista na Europa.

No decurso de uma deslocação à fronteira franco-espanhola, na quinta-feira, o Presidente Emmanuel Macron considerou que, para lutar com maior eficácia contra a imigração clandestina e o terrorismo, os países do espaço Schengen devem reforçar o controlo das suas fronteiras.

Num contexto de evolução da ameaça terrorista, Emmanuel Macron anunciou, na região do desfiladeiro de Perthus, que o executivo francês decidiu duplicar as forças afectadas às fronteiras, de 2.400 para 4.800 membros.

Uma semana depois do atentado islamista de Nice, que provocou três mortes, o chefe de Estado francês acrescentou que o seu país tinha solicitado o prolongamento da autorização, para efectuar controlos nas fronteiras, restabelecida na noite dos atentados de 13 de Novembro de 2015, e regularmente prolongada desde a referida data.

Emmanuel Macron, que estava acompanhado pelo ministro do Interior, Gérald Darmanin e pelo secretário de Estado encarregado dos Assuntos Europeus, Clément Beaune, afirmou ser também favorável à uma reforma das regras, que definem a livre circulação no espaço Schengen,na Europa, bem como um reforço do controlo das fronteiras.

Nesse âmbito, Emmanuel Macron propôs a criação de uma polícia de segurança para o efeito, com o objectivo de melhor coordenar os imperativos de protecção das fronteiras,assim como combater a imigração clandestina e as redes de traficantes.

- Publicidade -
FonteRFI
- Publicidade -
- Publicidade -

Notícias relacionadas

- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.