- Publicidade-
Smooth Jazz Rádio Calema
Inicio Covid-19 Luanda continua no topo da pandemia com 229 novas infecções

Luanda continua no topo da pandemia com 229 novas infecções

O secretário de Estado para a Saúde Pública, Franco Mufinda, destacou, ontem, que, em termos epidemiológicos, a província de Luanda está no nível quatro, Benguela, Cabinda, Zaire e Huíla no nível três e as restantes províncias no nível dois.

Franco Mufinda esclareceu que 9.441 casos positivos foram registados em Luanda, a única com circulação comunitária do vírus Sars-Cov2, 346 em Benguela, 293 em Cabinda, 291 na Huíla e 272 na província do Zaire (todos casos de transmissão local).As restantes províncias, referiu o secretário de Estado, têm números abaixo dos 100 casos positivos da Covid-19. Apesar da variação epidemiológica de província para província, o governante esclareceu que o país tem uma taxa diária de positividade de 14,6 por cento.

No habitual encontro com os jornalistas, no Centro de Imprensa Aníbal de Melo (CIAM), sobre a evolução da pandemia, Franco Mufinda disse que, face ao aumento de novos casos e de mortes, os cidadãos devem redobrar as medidas de prevenção, de forma individual e colectiva. O secretário de Estado pediu aos cidadãos para evitarem ajuntamentos populacionais, fazer o uso correcto da máscara facial, lavar sempre as mãos com água e sabão, a não violarem a cerca sanitária de Luanda e respeitar todas as medidas contidas no Decreto sobre a Situação de Calamidade Pública.

Franco Mufinda recomendou que, em casos de sintomas como dor de cabeça, febre, cansaço, dores articulares e musculares, perda de olfacto e calafrios, as pessoas devem procurar, com urgência, a unidade sanitária mais próxima de casa. “As unidades sanitárias estão orientadas a testar, com prioridade, os doentes internados e em consultas ambulatórias, bem como os profissionais da Saúde”, afirmou o secretário de Estado.Franco Mufinda apelou às equipas de resposta rápida e às brigadas de vigilância para reforçarem as actividades de sensibilização no seio das comunidades.
Situação epidemiológica

Angola registou, nas últimas 24 horas, 349 casos positivos de Covid-19, dois óbitos e a recuperação de 58 pacientes. Dos casos positivos, 229 foram notificados em Luanda, 36 no Namibe, 34 em Benguela, 27 em Cabinda,12 na Huíla, oito no Uíge, dois no Cunene e um no Zaire, sendo 238 do sexo masculino e 111 do sexo feminino.

De acordo com o secretário de Estado, na capital do país, os casos foram notificados nos municípios de Belas, Cacuaco, Kilamba Kiaxi, Viana, Talatona e nos distritos urbanos da Ingombota, Sambizanga, Samba, Rangel e Maianga.Em relação às mortes, ocorreram uma em Luanda e a outra na província de Cabinda. Trata-se de um nacional de 76 anos do sexo masculino e de uma cidadã do sexo feminino de 78 anos. Relativamente aos pacientes recuperados, Franco Mufinda informou que ocorreram em Luanda e têm idades entre 2 e 61 anos.

Com estes dados, o país soma 11.577 casos positivos, dos quais 291 óbitos, 5.230 recuperados e 6.056 activos. Deste número, 16 estão em estado crítico a receber tratamento por ventilação me-cânica invasiva, 31 em situação grave, 156 são considerados moderados, 363 têm sintomas leves e 5.235 assintomáticos.O secretário de Estado para a Saúde Pública informou que nos centros de tratamento da Covid-19, a nível do país, estão internados 566 doentes. Em quarentena institucional estão 360 cidadãos e 4.071 sob investigação epidemiológica.

Nas últimas 24 horas, 16 pessoas que estavam em quarentena institucional tiveram alta, sendo nove em Luanda, cinco no Cuando Cubango, uma em Benguela e igual número na província da Lunda-Sul. O Centro Integrado de Segurança Pública (CISP) registou, ontem, 148 chamadas, todas relacionadas a pedidos de informação sobre a pandemia da Covid-19.No domínio do Laboratório de Biologia Molecular, Franco Mufinda informou que, nas últimas 24 horas, foram processadas 2.397 amostras, das quais 349 tiveram resultados positivos. Desde o início da pandemia, em Março, foram processadas 164. 326 amostras, sendo 11.577 positivas.

- Publicidade -
FonteJA
- Publicidade -
- Publicidade -

Notícias relacionadas

- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.