- Publicidade-
Smooth Jazz Rádio Calema
Inicio Mundo EUA Eleições americanas, as mais concorridas de sempre

Eleições americanas, as mais concorridas de sempre

Falta um dia para as eleições nos Estados Unidos da América (EUA) e é possível que, até dia 3 de Novembro, mais de 150 milhões de eleitores tenham votado de forma antecipada.

Apesar da pandemia, de atrasos na entrega de boletins por correio, os eleitores norte-americanos não desistem de votar e a barreira dos 150 milhões de votos pode ser ultrapassada pela primeira vez.

O número recorde de votos antecipados representa cerca de 65% dos eleitores registados em 2016. A corrida ao voto pode explicar-se pelo interesse suscitado pelo duelo Trump-Biden, mas também pela epidemia do novo coronavírus.

A pandemia continua a ser a principal preocupação dos eleitores, lembra o apoiante democrata Guenny Pires, antropólogo cabo-verdiano a viver na Califórnia.

“Se o democrata for para a Casa Branca há possibilidades de controlar o vírus, pelo menos minimizar os efeitos desta pandemia. Os republicanos não tinham plano, caso contrário já o teria implementado e os números não enganam”, lembra o apoiante democrata.
“O impacto foi sério e continua a ser sério, mas nós temos de continuar a viver, trabalhar e governar e não podemos fazer isso se ficarmos em casa com medo”, afirma o republicano Manuel Santos.
Na maior parte dos Estados, os eleitores têm a hipótese de votar por correspondência ou antecipadamente nas mesas de voto, até dia 3 de Novembro.

Supremo Tribunal norte-americano

Em Setembro, Donald Trump apressou-se em nomear uma sucessora para a vaga deixada pela juíza Ruth Bader Ginsburg, a ultraconservadora Amy Coney Barrett foi a escolha do Presidente norte-americano. Trump já tinha nomeado dois conservadores para o Supremo Tribunal, Neil Gorsuch em 2017 e Brett Kavanaugh em 2018.

O republicano Manuel Santos, que concorreu pelo Estado de Connecticut à Câmara dos Representantes em 2018, lembra as escolhas de Trump.

“O Presidente Trump já nomeou três juízes e são excelentes. A única mudança de que se fala é aumentar o número de juízes”, descreve o republicano Manuel Santos.

O Supremo Tribunal norte-americano tem nove juízes, todos com cargo vitalício, normalmente dividido entre a ala liberal, formada juízes escolhidos por presidentes democratas, e outra ala conservadora, composta por juízes indicados por presidentes republicanos.

“Nunca se deveria nomear juízes para Supremo Tribunal nesta altura, a faltar uma semana das eleições. Acredito que se o democratas ganharem a Casa Branca e o Senado é possível que haja a introdução de novos juízes para equilibrar a balança”, responde Guenny Pires.

“A insistência de Trump pouco importa”

“A insistência de Trump pouco importa. Nada pode impedir que os eleitores deste país votem desta forma extraordinária para retomar o controlo desta democracia”, afirmou Joe Biden em campanha em Flint, no Estado de Michigan

Em campanha em Newton, na Pensilvânia, Donald Trump, brincou com as críticas do adversário quando à gestão da sua administração na crise sanitária. Os Estados Unidos registaram 229.000 mortes desde o início da epidemia no país.

“Biden não diz outra coisa que Covid para aqui, Covid para ali”

“Ontem ouvi Joe Biden. Tudo o que ele diz é Covid. Não diz outra coisa que Covid para aqui, Covid para ali”, declarou. O Presidente norte-americano garantiu que “faltam poucas semanas” para a distribuição massiva de vacinas contra o coronavírus nos Estados Unidos.

Donald Trump afirmou várias vezes que o voto por correspondências poderia criar fraude eleitoral e que apenas os resultados da noite das eleições deveriam contar, quando a contagem dos votos antecipados demorará vários dias.

Sondagens

As últimas sondagens continuam a favorecer Joe Biden a Donald Trump a nível nacional, mas os resultados continuam incertos em muitos Estados.

Donald Trump e os republicanos estão à espera de uma corrida ao voto no dia do escrutínio, 3 de Novembro. Joe Biden e a campanha democrata estão a contar com o voto antecipado para assegurar Estados que votaram em Trump em 2016.

- Publicidade -
FonteRFI
- Publicidade -
- Publicidade -

Notícias relacionadas

- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.