- Publicidade-
Smooth Jazz Rádio Calema
Inicio Cultura Destaques Cultura Vida e obra de Elias Dya Kimuezo retratada no documentário “Angola 45”

Vida e obra de Elias Dya Kimuezo retratada no documentário “Angola 45”

A película além de mostrar imagens inéditas do octagésimo aniversário do músico vai ainda patentear uma síntese das principais acções que ocorreram desde 1975, marco da Indepêndencia Nacional, até ao ano em curso, no sector da cultura.

A vida e obra do músico e compositor angolano Elias Dya Kimuezo é o pano de fundo do documentário intitulado “Angola 45 anos”, que será mostrado na VII edição do Festival Internacional “O Cubo de Cinema Independente em Língua Portuguesa”, que decorrerá de 12 a 15 de Novembro em Lisboa (Portugal), no formato online.

A película inédita consta de uma exibição, visando comemorar os 45 anos da Independência Nacional de Angola, programada pela organização do evento que decidiu no ano em curso dedicar esta sessão especial. Além de outras informações sobre o artista, vai igualmente exibir imagens ainda não publicadas, do seu 80º aniversário, assinalado em 2016.

Segundo o realizador do documentário, Francisco Pedro “Keth”, o trabalho marca a vida e obra de Elias Dya Kimuezo, como uma das referências da cultura angolana e da música em particular.

“Teremos a trajectória do músico como fio condutor deste filme. Traremos imagens inéditas sobre o 80º aniversário do músico, nunca antes vistas. Vamos falar também de Angola, falar da cultura do nosso país”, enfatizou.

Outros conteúdos
O trabalho vai ainda fazer uma síntese das principais acções que ocorreram desde 1975 até ao ano em curso, no sector cultural, além de mostrar os melhores cenários turísticos, como a fauna e a flora.

Francisco “Keth” avançou que o documentário está a ser montado com imagens de arquivo.

Entretanto, o documentário encontra-se em fase de pós-produção, com a participação de uma equipa composta por membros da Associação Angolana de Profissionais de Cinema e Áudio-visual (APROCIMA), que estão a trabalhar na pesquisa de dados e a tratar da supervisão. Trata-se de Óscar Gil, como supervisor e Rui Garção como produtor executivo e responsável pela pesquisa.

“Para o feito, os produtores angolanos estão a produzir o documentário. Entre outros, vamos retratar as artes, mostrar o que de melhor houve, o que de melhor aconteceu nestes 45 anos de Independência. Teremos também a participação do historiador Cornélio Caley”, explicou.

Filmes angolanos no festival
O Festival acontece em versão totalmente online, e pela primeira vez ampliada para todos os países dos Estados-membros da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa, como o Brasil, Angola, Moçambique, Portugal, Guiné-Bissau, Timor-Leste, Guiné Equatorial, Macau, Cabo Verde e São Tomé e Príncipe, de modo a permitir que tenha maior abrangência.

Nesta senda, o nosso país vai ainda exibir cinco filmes, entre eles o intitulado “Chaduka” de Ngouabi Silva, “Ekwendje: ritual da puberdade no Dombe Grande”, de Ladislau Fortunato e “Nós somos” de Asdrúbal Rebelo.

Será ainda realizada uma ‘Mostra Competitiva’, que irá analisar o roteiro, a direcção, a fotografia, a produção, o som e, em específico, as potencialidades da obra como um todo. A referida análise estará a cargo de um júri composto por profissionais com experiência em produção áudio-visual e em produção de conteúdo.

Outras acções
Durante o Festival também será realizado o 2º Seminário Creative Commons e Mídia Livre. Transmitido pelo Youtube, o evento contará com entrevistas e encontros com produtores, actores e outros convidados. O objectivo é de debater as directrizes e os caminhos do áudio-visual e dos direitos autorais para realizadores e produtores da comunidade cinematográfica.

- Publicidade -
- Publicidade -

Morreu Diego Maradona, avança a imprensa argentina

Antiga estrela do futebol tinha 60 anos. A antiga estrela do futebol mundial, Diego Armando Maradona, morreu esta quarta-feira aos 60 anos, avança a imprensa argentina. Maradona,...
- Publicidade -

Músico Teta Lágrimas aponta aumento da qualidade no produto musical angolano (Vídeo Fair Play)

Membro de uma família de músicos, que desde criança se apaixonou pela arte, Teta Lágrimas considera que a música angolana ganhou muito nos últimos...

Angola com reservas internacionais líquidas de 8,4 mil milhões dólares

Angola possui 8.4 mil milhões de dólares norte-americanos de reserva internacional, que cobrem cerca de 11 meses de importações. A informação foi prestada nesta terça-feira...

CASA-CE pede mais verbas para a Saúde

O presidente do Grupo Parlamentar da CASA-CE defende mais verbas do Orçamento Geral do Estado (OGE) 2021 para o sector da Saúde, no sentido...

Notícias relacionadas

Morreu Diego Maradona, avança a imprensa argentina

Antiga estrela do futebol tinha 60 anos. A antiga estrela do futebol mundial, Diego Armando Maradona, morreu esta quarta-feira aos 60 anos, avança a imprensa argentina. Maradona,...

Músico Teta Lágrimas aponta aumento da qualidade no produto musical angolano (Vídeo Fair Play)

Membro de uma família de músicos, que desde criança se apaixonou pela arte, Teta Lágrimas considera que a música angolana ganhou muito nos últimos...

Angola com reservas internacionais líquidas de 8,4 mil milhões dólares

Angola possui 8.4 mil milhões de dólares norte-americanos de reserva internacional, que cobrem cerca de 11 meses de importações. A informação foi prestada nesta terça-feira...

CASA-CE pede mais verbas para a Saúde

O presidente do Grupo Parlamentar da CASA-CE defende mais verbas do Orçamento Geral do Estado (OGE) 2021 para o sector da Saúde, no sentido...

Vítima de Covid-19: Morreu Reinaldo Teles, histórico dirigente do FC Porto

Morreu Reinaldo Teles. O histórico dirigente do Futebol Clube do Porto estava internado há um mês no Hospital de São João com Covid-19. Reinaldo Teles...
- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.