- Publicidade-
InicioMundo LusófonoGuiné-BissauPGR diz que não existe mandado de detenção contra o antigo primeiro-ministro...

PGR diz que não existe mandado de detenção contra o antigo primeiro-ministro guineense

O Procurador geral da República, Fernando Gomes, disse que o ministério público não emitiu ainda nenhum mandado de detenção contra o antigo primeiro-ministro, Aristides Gomes, que se encontra refugiado nas instalações de uma das agências das Nações Unidas.

Em conferência de imprensa, esta sexta-feira, 31, Gomes considerou folclore jurídico a queixa intentada contra o magistrado Juscelino Pereira pelos advogados do ex-primeiro-ministro.

“O Ministério Público vai continuar a combater a corrupção com consciência clara que o folclore jurídico e o tempo de antena também vai continuar. A segurança e vida de Aristides Gomes não está ameaçada; ele pode sair das instalações da ONU e voltar para a sua casa, ninguém vai lhe tocar; uma coisa é certa, ele vai responder a justiça”.

Aristides Gomes é acusado de ter cometido crime econômico, peculato e sobre o desaparecimento de 674 kg de drogas nos cofres de Estado em 2007.

“Existem processos com provas de cheques e conta bancaria do fundo florestal,” disse o procurador.

O coletivo de advogados de Aristides Gomes promete reagir oportunamente.

- Publicidade -
FonteVoA
- Publicidade -
- Publicidade -

Notícias relacionadas

- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.